Image Map

29 agosto 2013

Inspirações do Dia: Unhas de filmes.

0
Como estou proibida de usar esmaltes temporariamente por ordens médicas, os meus posts sobre o assunto continuarão sendo somente inspirações.
E as inspirações de hoje seguem o tema: FILMES.


Se arriscam a copiar alguma delas?

27 agosto 2013

Li no Kobo: Ela é uma Fera.

2
Livro: Ela é uma fera.
Autora: Marina Carvalho
Editora: Novo Conceito

Quando terminei de ler "Simplesmente Ana" fiquei morrendo de vontade de ler outro livro da autora e por isso quando a Novo Conceito anunciou o lançamento de "Ela é uma fera" exclusivamente em e-book e a um preço simbólico de R$1,40 fui correndo comprar o meu.
O livro é uma releitura do clássico "A Megera Domada" de William Shakespere, porém como infelizmente eu nunca tive a oportunidade de ler a obra original não posso fazer uma comparação direta entre os dois.
O posso dizer é que desde que li a sua sinopse o livro me lembrou totalmente um filme que também foi inspirado em "A Megera Domada" e que eu amo muito, o "10 coisas que eu odeio em você".
Carolina e Clara são duas irmãs completamente diferentes, enquanto Carolina passa longe dos homens sendo considerada uma fera por todos, Clara é calma, angelical e conquista a todos por onde passa.  
As irmãs têm um pai super protetor que exige que Clara não pode namorar desde que sua irmã Carolina estava namorando também. 
Clara sempre foi louca por Henrique, o garoto mais popular da escola e sonha ir com ele a festa de final de ano da escola, porém como ela só pode ir se a irmã também for Henrique tem a brilhante ideia de pagar para que o seu vizinho bad boy Pedro conquiste o coração de Carolina e com isso deixe a irmã mais nova livre do pai.

“Por que tudo o que você faz tem segundas intenções. Está sempre tramando a seu favor. Vive dominada pelo propósito de alcançar a sua tão sonhada liberdade e acredita piamente que sou culpada por nosso pai manter você presa e a mim, não? – Carolina respirou fundo tomando fôlego. – Se eu me der bem no encontro com Pedro, finalmente terá sua carta de alforria. É só nisso que pensa, menina egoísta. Sendo assim, não preciso de sua ajuda.”

O livro possui um pouco mais de 150 páginas e a sua leitura é bem rápida e fluida.
A narrativa de Marina Carvalho continua sendo muito boa, porém acredito que faltou um pouquinho de originalidade a autora ao escrever o livro, já que como mencionei anteriormente ele me lembro muito o filme em quase todos os aspectos.
Mesmo assim é uma leitura bem gostosa, divertida e um bom passatempo já que é possível ler a história inteira em pouquíssimo tempo.
Agora continuo na espera de ver mais livros da autora publicados, pois é sempre bom ver a literatura nacional ganhando espaço entre os livros jovens que são publicados por aqui. 


26 agosto 2013

Verão 2014: O Etnico vem ai.

1 comentários
O verão 2014 vem ai e como é sempre bom ficar por dentro do que vai fazer sucesso na estação mais alegre e divertida de todas, trago para vocês uma das principais apostas das pessoais ligadas ao mundo da moda para o ano que vem: a tendência Étnica.


Quem gosta de usar roupas e acessórios com estampas coloridas com certeza irá adorar essa novidade.
Caracterizada por reunir peças com desenhos geométricos, grafismos, tribais, trabalhos artesanais e estampas de animais, a tendência étnica promete cair no gosto popular por ser a cara do Brasil e transmitir toda a alegria do nosso país através das suas cores e estampas.
  



A moda vale para roupas, sapatos, acessórios e até mesmo para unhas mais sempre se usada com bom senso e moderação.
Seja ela um shorts ou uma blusa, para usar junto com a sua peça étnica escolha sempre roupas neutras e de uma só cor para não correr o risco de misturar d+ e parecer brega. 



Tendência Étnica: Aprova ou não?

22 agosto 2013

Resenha: Desejo à meia-noite.

1 comentários
Livro: Desejo à meia-noite.
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro

Sinopse:
"Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos."


Desejei esse livro desde que a editora Arqueiro divulgou a sua capa, achei esse vestido azul maravilhoso e desde então contei os dias para ter a oportunidade de ter o livro em mãos e conhecer a sua história. 
Nesse romance história que se passa na Inglaterra do século XIX nós conhecemos Amelia Hathaway uma mulher solteira de 26 anos que após a morte dos pais decidiu se tornar a principal responsável por sua família. 
A família Hathaways é composta por cinco irmãos, sendo quatro mulheres e um homem.
Leo, o irmão mais velho da família perdeu a noiva a meses atrás e desde então vive em noitadas regadas a muito álcool e drogas.
Ele acabou de ganhar o título de Lorde Ramsay, um título que é dito como amaldiçoado por muitos, já que todos os que o possuem acabam morrendo jovens. 
Junto com o título recebeu também uma propriedade em Hampshire e então  tentando livrar o irmão do vicio e da vida noturna Amelia decide se mudar com toda família para lá, sem imaginar que a casa está caindo aos pedaços.

“—Não existe ‘calmo e sereno’ na nossa casa – falou Poppy com tristeza. – Ah, Amelia, por que nossa família é tão esquisita?
—Não somos esquisitos.
Poppy fez um gesto de desdém.
—Pessoas esquisitas nunca se acham esquisitas.
—Sou absolutamente normal – protestou Amelia.
—Até parece.
Amelia olhou-a com surpresa.
—Por que, em nome de Deus, você diria ‘até parece’ para uma coisa dessas?
—Você tenta controlar tudo e todos. E não confia em ninguém que não seja da família. É um porco-espinho. Ninguém pode chegar perto sem se espetar.”


Amelia sofreu uma grande desilusão amorosa quando o seu namorado a trocou por outra mulher mais rica e desde então está totalmente desacreditada do amor e vive inteiramente para cuidar dos irmãos, até que o cigano Cam Rohan cruza o seu caminho. 
Cam é um cigano que é gerente de um clube de jogos em Londres e mesmo assim nunca conseguiu se desligar da sua cultura e almeja um dia voltar totalmente para ela.
Que eu me lembre essa é a primeira vez que me deparo com personagens ciganos em um livro e achei bem interessante a forma que a autora abordou a cultura deles e o esforço que eles fazem para viver fora dela. 
É claro que como em todos os livros do gênero também temos cenas quentes de tirar o fôlego, porém elas aparecem bem menos do que estamos acostumados a ver nos outros livros e se encaixam perfeitamente na história acontecendo no tempo certo.

"Beijou-a como se ela fosse o ar que ele respirava. Beijos ferozes, duros, provocantemente planejados, suaves e sedutores, beijos para acender fogueiras, iluminar o céu e manter as estrelas em seu lugar."

O livro possui todos os elementos que eu mais gosto em uma história como um romance que te faz suspirar, cenas engraçadas, dramas familiares e até mesmo um certo suspense envolvendo alguns personagens secundários.
Ao longo da narrativa também vamos conhecendo um pouco das histórias dos outros irmãos Hathaways e nos afeiçoando a eles e por isso já estou bem ansiosa para ler o próximo livro da série que continua de onde o primeiro parou, porém dessa vez contando a história de Winn (uma das irmãs da família) e Merripen (um cigano que vive com a família desde criança).
Esse segundo livro também já foi lançado aqui no Brasil e tem o título de "Sedução ao Amanhecer", espero poder ler e fazer a resenha dele em breve por aqui.
Se você gosta de romance histórico que além do romance também tenha bom humor e histórias paralelas bem construídas e interessantes vale muito a pena conferir a série.

 

21 agosto 2013

Testei: Loção Hidratante Suavity

2
Desde o começo do blog a quase 3 anos atrás eu já falei bastante dos produtos da linha Suavity por aqui.
A algumas semanas atrás recebi da Sther Cosméticos essa loção hidratante de Óleo de Argan e Macadâmia e agora irei falar um pouquinho mais sobre ela.


Como sou muito alérgica a vários produtos e principalmente a cheiros faço uso de outro hidratante dessa linha que é hipoalergênicos e sem perfume, porém minha mãe testou esse e adorou o produto.
Ela tem usado diariamente a loção desde que eu recebi e o pote já está quase pela metade...rsrs
O cheiro é bem agradável, o produto é rapidamente absorvido pela pele e o seu custo benefício é ótimo. 
Mesmo quando não recebo de parceria sempre costumo comprar e fazer uso dos produtos dessa linha e adoro.
Sem dúvidas nenhuma eu indico e recomendo e se você quiser conhecer os outros hidratantes da linha é só clicar aqui.

20 agosto 2013

Resenha: O livro das Princesas

3

Da mesa da Princesa Mia Thermopolis...

"Olá, amigos, fãs e companheiros admiradores de princesas (ou eu deveria dizer simpatizantes de princesas?)!
Eu mal pude acreditar quando alguém do Brasil permitiu que EU desse uma olhadinha neste livro. Mas acho que faz sentido, já que, além de ser uma princesa também tenho verdadeira paixão por histórias românticas! Acreditem no que eu digo, este livro tem essas duas coisas de sobra!
São releituras contemporâneas, com reviravoltas que farão você dizer owwwwnnnnnn… 
Uma Cinderela DJ? Rapunzel popstar? Bela é uma supermodelo? E unicórnios em A Bela Adormecida?! Sim, por favor! Mais, mais. POR FAVOR. 
Não se preocupem, tem mais. Muito mais. Eu amei, e vocês também vão! 
(Sim, você também vai amar, Tina Hakim Baba. Pode pegar meu exemplar emprestado quando eu terminar de ler. Não, melhor: compre o seu. Assim você vai poder ler de novo e de novo, como eu pretendo fazer.)


Sinceramente, 
Sua Alteza Real
Princesa Mia Thermopolis
 Genovia, 2013

__________________________________________________

A Modelo e o Monstro - Meg Cabot

Nessa nova versão do clássico A Bela e a Fera, Belle é uma super modelo que decidiu entrar na profissão a alguns anos atrás para pagar o tratamento de câncer da sua mãe.
Mesmo depois da morte da mãe, ela continuou na carreira e acabou se tornando muito famosa fazendo campanhas de muito prestígio.
Um certo dia ela ganha de presente uma viagem em um cruzeiro e decidi dar a viagem de presente para o seu pai, que acabou de se casar novamente.
Mesmo se tratando de uma viagem de lua de mel, o pai insiste para que ela também vá na viagem junto com Penny, a filha de sua nova esposa.
A princípio Belle não está nem um pouco animada com a viagem mais já no primeiro dia acaba se encantando por um misterioso garoto que fica passeando nas sombras da área mais cara e elegante do navio.
O motivo do garoto ser uma fera é abordado de uma forma sutil e se encaixada muito bem na história, assim como a sua riqueza e o seu primeiro encontro com a Belle.
O conto ficou bem moderno, se aproximou bastante da realidade e assim como pede a proposta do livro continuou nos remetendo ao original.
Por ser curtinho no final ficou aquele gostinho de quero mais e aquela vontade de continuar acompanhando a história.

Princesa Pop - Paula Pimenta

Em Princesa Pop, quem faz a fez de Cinderela é Cíntia uma adolescente que tem a sua vida virada ao avesso depois de flagrar o pai traindo a mãe dentro da sua própria casa.
Depois disso os pais de Cíntia se divorciam e sua mãe acaba aceitando uma oferta de emprego no Japão enquanto Cíntia se recusa a ir morar com o pai, sua nova madrasta e suas duas filhas gêmeas.
Escolhendo morar na casa da tia, ela começa a trabalhar com DJ em festas aos finais de semana, com a regra estabelecida que só pode tocar ate no máximo meia-noite.
Com o maior e o melhor conto do livro, Paula Pimenta construiu uma Cinderela moderna sem deixar de lado todos os principais elementos do conto original.
Em Princesa Pop temos o príncipe, o sapatinho esquecido, a madrasta má e suas filhas e até mesmo a fada madrinha.
Essa foi a primeira vez que li algo da autora e mesmo sendo apenas um conto já me apaixonei por sua escrita, ela soube explorar muito bem o seu espaço no livro criando uma versão encantadora que merecia até mesmo um livro inteiro só para ela.

Eclipse do Unicórnio - Lauren Kate

A versão de A Bela Adormecida criada por Lauren Kate foi o conto que eu menos gostei do livro.
Fugindo um pouco do foco do livro e do estilo adotado pelas outras autoras, Lauren decidiu colocar o clima sobrenatural entre o clássico e a modernidade.
Dessa vez temos como protagonista Percy, um garoto que depois de levar um fora da namorada vai viajar com o colégio para a França e lá acaba encontrando a princesa adormecida que está a anos encantada com um feitiço dado de presente pelo anjo da justiça no dia do seu nascimento.   
A história é bem rápida e confusa e infelizmente a autora não soube nem ao menos manter o espírito original da história com tantas mudanças esquisitas que não se encaixaram nem um pouco na proposta de modernização dos contos.

Do Alto da Torre - Patrícia Barboza

A Rapunzel dos dias de hoje é Camila, uma garota que ficou muito doente e a beira da morte quando tinha 11 anos de idade. 
Na época sua tia fez uma promessa que se ela se curasse não poderia cortar o cabelo até completar 15 anos e essa data finalmente está prestes a chegar.
Camila é apaixonada por música e com ajuda de seu melhor amigo faz vídeos cantando disfarçada e posta na internet.
O conto é super fofo e também o mais infantil de todos eles, porém a autora soube abordar muito bem o corte de cabelo de "Rapunzel" e o destino que é dado a ele no final da história.
                                      __________________________________________________

Indico o livro para pessoas de todas as idades, pois relembrar histórias que fizeram parte da nossa infância de uma forma tão gostosa e original é sempre muito bom.
A Galera pretende fazer uma nova edição com outros contos e eu já estou ansiosa desde já para lê-lo.


19 agosto 2013

Inspirações do Dia: Unhas desenhadas

4
Infelizmente não tenho nenhum talento e nem coordenação para fazer nail arts, porém adoro olhar e admirar.
Ai vão algumas inspirações fofas para quem quiser se arriscar e tentar copiar.


18 agosto 2013

Na minha caixa de correio #74

2


________________________________________
 Loja citada:

MiniInTheBox
________________________________________
Resenha citada:

Métrica - Collen Hoover
________________________________________
Envie uma cartinha:

Tais Bruna Castro
Rua Altino Arantes nº 43
Bairro: Vila Arens
Jundiaí/SP
Cep: 13. 202 - 641

17 agosto 2013

Novas editoras parceiras.

1 comentários
Nessa semana o blog firmou parceria com duas editoras, confiram quais são elas e alguns dos seus lançamentos.



Com títulos de diversos gêneros que vão desde o chick lit até a distopia a editora Fundamento também é muito conhecida por seus livros infantis que fazem muito sucesso entre os pequenos.

Eu amo New York
Sinopse:
"Será que fugir do ex-noivo rumo ao destino mais vibrante e inesquecível do planeta pode ser o suficiente para curar um coração partido? Para Angela Clark, a inglesa mais indecisa do mundo... sim! Com um pouco mais do que um par de sapatos Louboutin e seu passaporte, é New York - a cidade onde a vida pulsa de verdade - que Angela escolhe como seu destino de aventuras. E lá encontrará a ajuda da pessoa mais antenada da cidade, Jenny, sua nova melhor amiga. Indecisa entre dois homens ma-ra-vi-lho-sos, tentada pelas vitrines das lojas mais famosas do mundo e com medo de ter que voltar para Londres, Angela terá que tomar muitas decisões. E o mais importante: ela relata essas experiências para os leitores do blog de uma revista famosa! Hummm... será que isso vai dar certo?! E será que Angela vai querer chamar NY de “casa” para sempre? E você? Depois de uma temporada em NY, não iria querer chamar essa cidade fabulosa de “casa” também?" 

A 5ª Onda
Sinopse:
"Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora A QUINTA ONDA está começando... Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva - Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão? Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança ou o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!" 

Doki:
Sinopse:
"Neste livro, você e o Doki vão brincar de localizar. Com tantas atividades legais, você vai descobrir que procurar objetos, bichinhos, lugares e caminhos é um passatempo muito divertido!" 


O objetivo da editora Gente é contribuir com o desenvolvimento humano e por isso contam com três linhas editoriais: auto-ajuda, educação e gestão.
No Leitora Fashion não costumamos falar muito de livros desses segmentos, porém quando eles se encaixarem no lado fashion do blog, também estarão presentes por aqui. 

A Única é um novo selo da editora Gente que está trazendo para o Brasil livros de ficção de diversos gêneros, entre eles alguns que estou bem curiosa para ler.


De repente, o amor.
Sinopse:
"Aos trinta e um anos, a sorte de Kat Fallon com homens não mostra sinais de melhoria. Mas quando ela pede ao seu melhor amigo Nav Bharani para ser seu par no casamento de sua irmã mais nova, em Vancouver, ela não tem ideia de que está prestes a embarcar no passeio mais surpreendente de sua vida! Nav foi secretamente apaixonado por Kat desde que ela se mudou para a casa ao lado. Quando ela revela que adora passeios de trem, especialmente a parte da encontros-estranhos, Nav elabora um plano para conquistar o coração de Kat. Em cada etapa de sua viagem para Vancouver, ele aparece disfarçado como um homem estranhamente sexy. Atordoada pela ousadia de Nav, Kat decidi sucumbir às suas transformações criativas. Mas o que começa com uma inocente aventura, transforma em algo muito mais interessante para Kat. Ela é forçada a escolher entre suas fantasias de longa data ou a perspectiva de algo muito mais real."

Garota, Interrompida.
Sinopse:
"Garota, interrompida é um novo clássico que fala sobre a passagem da adolescência para a vida adulta. A personagem principal, Susanna, termina o ensino médio, mas não sabe que caminho seguir, o que para os pais já seria um problema. Mas a jovem se confunde ainda mais quando ela se envolve com um professor e tenta se matar. Seus pais a convencem de passar um tempo em Claymoore, um hospital psiquiátrico, onde ela conhece outras jovens, com problemas maiores e distúrbios grandes, mas suas diferenças irão uni-las. Agora cabe a Susanna usar esta experiência para se encontrar e superar seus medos ou ser esquecida ali."

Veneno
Sinopse:
"Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria “um final feliz” pode se tornar o pior dos pesadelos!"

Aguardem muitas resenhas e sorteios.

16 agosto 2013

Dica de Sexta: Bolo de Caneca

3
 A partir de hoje toda sexta-feira eu irei trazer uma dica especial para vocês, nada sobre livros e nem sobre o mudo fashion.
Minha "Dica de Sexta" pode ser de culinária, filmes, séries, jogos e o que mais a minha imaginação permitir.


A dica de hoje é irresistível e me salva na hora que bate aquela vontade de comer um doce e não tenho nada em casa, bolo de caneca é a solução.
Prático, rápido e fácil de fazer ele não deixa nada a desejar aos bolos de tamanhos normais. 

Confira só a receita:

- 1 ovo pequeno
- 4 colheres (sopa) de leite
- 3 colheres (sopa) de óleo
- 2 colheres (sopa) rasas de chocolate em pó 4 colheres (sopa) rasas de farinha de trigo
- 4 colheres (sopa) rasas de açúcar
- 1 colher (café) rasa de fermento em pó

Modo de Preparo:


1.       Na própria caneca onde irá consumir, coloque o ovo e bata bem com um garfo
2.       Coloque o óleo, o açúcar, o leite e o chocolate e bata mais
3.       Coloque a farinha de trigo e o fermento e misture delicadamente até encorpar
4.       Leve ao forno microondas por 3 minutos em potência alta

*Caso você não tenha os ingredientes ou não queira ter trabalho existem hoje no mercado misturas prontas para bolo de caneca de diversas marcas e preços.
Eu já experimentei a da Dr Oetker e gostei bastante.

14 agosto 2013

Resenha: 1984

4
Livro: 1984
Autor: George Orwell
Editora: Cia das Letras

Sinopse:
"Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade - só o poder pelo poder, poder puro."


A muito tempo ouço falar muito bem dos livros do George Orwell, principalmente de 1984 que é considerado um clássico da literatura e por isso quando surgiu a oportunidade de solicitá-lo para resenha não pensei duas vezes em pedir o livro.
1984 pode ser considerado um dos primeiros livros do gênero distópico, pois foi publicado originalmente em 1949 e o autor descreve o ano de 1984.
O livro retrata um mundo dominado por um regime político totalitário e repressivo onde o governo tem total controle sobre cada passo das pessoas, inclusive sobre o seus pensamentos. 
É nesse universo que temos como protagonista Winston, um homem que tenta lutar contra a alienação imposta pelo governo através de diversos mecanismos controladores e até mesmo a tortura.

" O mais horrível dos Dois minutos de ódio não era o fato de a pessoa ser obrigada a desempenhar um papel, mas de ser impossível manter-se à margem. Depois de trinta segundos, já não era preciso fingir. Um êxtase horrendo de medo e sentimento de vingança, um desejo de matar, de torturar, de afundar rostos com uma marreta, parecia circular pela plateia inteira como uma corrente elétrica, transformando as pessoas, mesmo contra sua vontade, em malucos a berrar, rostos deformados pela fúria."

Assim como muitos outros livros do gênero, 1984 gira em torno da rebelião do protagonista contra o sistema de governo em que vive, porem tenho que admitir que a realidade vivida nessa narrativa é uma das mais perturbadoras que já li.
A leitura é intensa e reflexiva e durante todo tempo nos colocamos no lugar dos personagens e nos imaginamos como seria viver diante de um governo tão opressor.

"Até a Igreja Católica da Idade Média era tolerante se comparada aos parâmetros modernos. Em parte, a razão disso era que no passado nenhum governo conseguia manter seus cidadãos completamente sob controle. A invenção da imprensa, contudo, facilitara a tarefa de manipular a opinião pública, e o cinema e o rádio aprofundaram o processo. Com o desenvolvimento da televisão e o avanço técnico que possibilitou a recepção e a transmissão simultâneas por intermédio do mesmo aparelho, a vida privada chegou ao fim."

A narrativa é muito bem construída e a história é atemporal, temos em seu enredo assuntos que também estão presentes na realidade atual.
Uma curiosidade que me chamou bastante atenção foi descobrir que o termo Big Brother que se tornou popular por conta do famoso reality show da tv, foi criado nesse livro como uma expressão que denomina exatamente a vigilância excessiva e frequente na vida da população.
Sem dúvidas nenhuma eu recomendo o livro para todos independente do seu gênero de leitura, porém também aviso que ele não é nada fácil de se ler, não pela sua escrita mais sim por seu conteúdo e enredo que mexem com o emocional e psicológico do leitor.

12 agosto 2013

Guia do rímel: dicas e truques

2
Que o rímel é indispensável em qualquer tipo de maquiagem todas nos mulheres já sabemos, mais você sabe exatamente para o que serve cada tipo de rímel?


1. Super Volume:
Você tem os cílios sem expressão? 

Uma escova com muitos fios e pouco espaçamento entre eles garante maior concentração de rímel nas cerdas e te ajuda obter “aquele” volume onde está faltando.
 
2. Longo Alcance:
Além de chegarem até o mais escondido dos fios, as máscaras arredondadas  são as mais indicadas para cílios postiços.

Esse rímel é um grande aliado de quem tem os cílios muito curtos e sempre recorre a ajuda dos cílios postiços na hora de fazer aquela produção. 
 
3. Curvas: 
Se você gosta de curvar e modelar os cílios e não tem muito habilidade com o famoso curvex, pode recorrer para esse modelo de escova.
Prática e fácil de usar ela irá te ajudar bastante na hora de deixar  os cílios para o alto.

Agora é só escolher qual o tipo de rímel que combina mais com o seu olhar e aproveitar essas pequenas dicas para caprichar na sua próxima make.
Os três modelos da foto são da Avon. 

11 agosto 2013

TAG: 5 livros nacionais que você precisa conhecer.

1 comentários
Infelizmente a minha alergia no rosto ainda não se curou completamente, mais por sorte eu tinha gravado essa tag a algumas semanas atrás, então hoje vocês não ficaram sem vídeo novo.


Criadora da Tag : Estante da Nine

10 agosto 2013

Resenha: O Projeto Rosie

2
Livro: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Editora: Record

Sinopse:
"Perto de completar 40 anos, o peculiar professor de genética Don Tillman havia desistido do amor. Para acompanhar sua rotina severamente cronometrada, com esquema de refeições padronizadas, um cronograma para a execução de cada compromisso (inclusive para a prática de exercícios físicos antes de dormir) e lidar com sua falta de habilidade social, só mesmo a mulher perfeita. E ele já sabe como encontra-la. Ou pelo menos acha que sabe. Ele desenvolve o projeto Esposa Perfeita, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a selecionar candidatas adequadas a seu estilo de vida. Mas quando Don conhece a jovem Rosie ele descobre que nem tudo na vida pode ser programado... e que o amor pode, de repente, vir a seu encontro."



Recebi esse livro de surpresa da editora Record e até então não tinha visto nada sobre ele, nem mesmo a capa.
Assim que peguei em mãos e li a sinopse já fiquei bem curiosa a respeito da leitura.
Narrado em 1ª pessoa "O Projeto Rosie" tem como protagonista Don, um professor de genética que aos 40 anos decide que está na hora de arrumar uma esposa. 
Don nunca namorou, é extremamente metódico e vive em uma espécie de universo paralelo onde tudo o que faz em sua vida é sempre muito bem pensado, calculado e programado anteriormente.
Ao decidir que existe um espaço disponível para uma esposa em sua vida ele cria o "Projeto Esposa" que inclui entre outras coisas um longo questionário que irá ajudá-lo a encontrar as candidatas ideais para a "vaga". 
Mais será mesmo possível encontrar alguém com as exigências absurdas que ele impõe? 

“O argumento dela foi simples: existe alguém para todo mundo. Do ponto de vista estatístico, quase com certeza ela estava certa. Infelizmente, a probabilidade de eu encontrar essa pessoa era minúscula. Mesmo assim, aquilo gerou um incomodo no meu cérebro, como um problema matemático que sabemos que deve ter solução.”


Após algumas tentativas desastrosas, Rosie acaba aparecendo na porta da casa de Don.
Uma mulher totalmente fora do padrão que ele criou e que irá começar a mudar um pouco o seu jeito de pensar a vida.
Don Tillman não é aquele personagem que arrebata nossos corações logo de cara, mas aos poucos vamos aprendendo a gostar dele e a torcer por sua história.
Nas primeiras páginas cheguei a achar o personagem insuportável e o seu estilo de vida absurdo me irritava, mais aos poucos compreendi ele melhor e me envolvi na história. 
Rosie trouxe mais humanidade ao Don, o que eu considero um dos pontos positivos da história. 

“Sequenciei as perguntas para possibilitar a máxima rapidez de eliminação – expliquei – Creio que consigo eliminar a maioria das mulheres em menos de 40 segundos. Depois você pode escolher o assunto que vamos conversar no restante do tempo”.

O ritmo de leitura foi um pouco lento de início e aos poucos foi fluindo e me divertindo bastante.
A história de Dom e Rosie em breve vai virar filme, pois o livro teve os seus direitos de adaptação comprados pela Sony Pictures recentemente
Uma leitura rápida com muito bom humor e diversão que até mesmo nos faz refletir em alguns momentos e nos ensina um pouco de genética também. 
Para quem curti Chick-lit mais está a fim de uma leitura diferente vale a pena a aposta, já que o livro faz parte do gênero “Lad Lit” que seria um  Chick lit escrito por um homem.
 
 

08 agosto 2013

Tutorial: Trança espinha de peixe.

1 comentários
Eu sempre considerei a trança um dos penteados mais bonitos e femininos, e mesmo tento pouco cabelo desde pequena sempre tento fazer algumas diferentes e uso quando o meu cabelo está mais comprido e dá para fazer.
Para quem quer usar  também, ai vai um tutorial bem legal de uma trança linda chamada espinha de peixe dupla.



Sigam o passo a passo e depois voltem aqui para me contar se conseguiram fazer e gostaram do resultado ok?


Créditos: Revista Gloss


06 agosto 2013

Resenha: Vortex

3

Livro: Vortex
Autora: Julie Cross
Editora: Jangada

* Pode conter spoilers de Tempest *

Sinopse:
"Jackson Meyer agora é um agente secreto da Tempest, a misteriosa divisão da CIA responsável por oferecer proteção contra todas as ameaças relacionadas a viagens no tempo. Preso no passado após a tentativa de salvar Holly, ele tenta apagá-la da sua vida para não colocá-la em perigo. Mas o Eyewall, um departamento rival da CIA, descobre sua antiga ligação com Holly, colocando novamente em risco a vida dos dois, assim como a de seus parceiros. Eles irão descobrir que a realidade em torno deles é muito diferente do que pensavam."



Desde que terminei a leitura de Tempest (1º volume da série) fiquei muito curiosa por sua continuação. 
Nunca tinha lido nada com o tema viagem no tempo e as viagens de Jackson e principalmente a sua motivação me deixaram bem animada com a história.  
Em Vortex a história continua e agora acompanhamos o esforço de Jackson para se tornar um agente do tempo.
Apesar de continuar acreditando que tomou a melhor decisão ficando longe dela, Jackson ainda não conseguiu esquecer Holly e para se sentir bem com isso, faz de tudo para tentar imaginar o quanto a garota está segura e feliz sem ele em sua vida.

“Eu tinha dito as palavras a Holly aquela noite... Não tem volta. E, embora na hora não tivessem esse significado, agora elas pareciam uma maldição.”

Agora o romance dá um espaço para a ação, suspense e o mistério que estão presentes de forma bem significativa durante toda a história e nos garantem ótimas e eletrizantes cenas.
Jackson também está mais maduro e focado em suas decisões e tem em sua companhia novos personagens bem interessantes. 
A narrativa em primeira pessoa continua bem rápida e fluida, porém senti que infelizmente a autora acabou se perdendo um pouco em alguns questionamentos e explicações a respeito das viagens no tempo e seus agentes. 

" - Onde está o meu outro eu? – completei. – Por que acha que eu não posso criar outras linhas do tempo? Achei que era isso que os IDTs faziam o tempo todo... Tirando alguns mais talentosos. Então eles podem criar dezenas de universos alternativos e eu só posso criar um? E às vezes... eu não entendo realmente a ameaça que os Inimigos do Tempo representam. Se eles conseguem saltar para todas essas linhas do tempo diferentes, então porque estão tão determinados a alterar o universo de onde eu venho... 2009? Por que eles simplesmente não saltam para a Idade da Pedra e consertam tudo?"

Algumas questões que Jackson tentava desvendar me deixaram um pouco confusa e isso quebrou um pouco o meu ritmo de leitura em alguns pontos.
Apesar disso a história continua sendo bem interessante e original, o que nos deixa totalmente ligado a narrativa mesmo em seus momentos de confusão.
O final é surpreendente e dramático e deixa um bom gancho para a sua continuação que infelizmente só tem previsão de lançamento para o ano que vem. 
Para quem já leu Tempest vale a pena continuar acompanhando a série e aguardar o que a autora reserva para a sua continuação.


 

05 agosto 2013

Inspirações: Preto no Branco

2
O bom e clássico look P&B (preto e branco) nunca sai de moda e sempre faz muito sucesso entre as mulheres de todas as idades, principalmente durante o inverno.
Para entrar de vez nessa moda, ai vão algumas inspirações.


04 agosto 2013

Na minha caixa de correio #73

4
 

________________________________________
Resenhas citadas:

Coração de Bilionário e Amor por Interesse - Ruth Cardello
A garota que eu quero - Markus Zusak
E se fosse verdade - Marc Levy
________________________________________
Envie uma cartinha:

Tais Bruna Castro
Rua Altino Arantes nº 43
Bairro: Vila Arens
Jundiaí/SP
Cep: 13. 202 - 641

02 agosto 2013

Resenha: A Garota Que Eu Quero.

1 comentários
Livro: A garota que eu quero.
Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca

Sinopse:
" Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo."

Apesar de ter um exemplar de "A menina que roubava livros" na minha estante já a algum tempo, resolvi conhecer a escrita do famosos Markus Zusak lendo esse novo livro do autor que foi lançado aqui no Brasil no mês passado pela Intrínseca.
Em "A garota que eu quero" temos como centro das atenções Cameron, o irmão mais novo da família Wolfe.
Cam sempre foi diferente dos seus dois irmãos, é um garoto solitário que não tem muitos amigos e raramente sai da rotina.
O garoto sempre sonhou em encontrar a garota dos seus sonhos e viver com ela uma linda história de amor.

“Eu queria apenas ser tocado por uma garota, um dia. Queria que ela não me olhasse como se eu fosse um perdedor imundo, rasgado, meio risonho e meio carancudo que tentava impressioná-la.”

Me identifiquei com o personagem principal em alguns pontos de sua vida e principalmente de sua personalidade e por isso foi fácil me envolver com a sua história e com os seus dramas.
Por incrível que pareça me apeguei bem mais a relação de Cam com os seus irmãos e com a sua família no geral do que com o romance presente na história. O personagem amadurece bastante durante a história e o autor soube retratar muito bem todos os sentimentos e conflitos que envolvem o primeiro amor.

“Meu problema, eu acho, vinha de eu ter passado tanto tempo dentro da solidão. Eu sempre observava as garotas de longe, mal me aproximando o bastante para sentir de verdade, isso também trazia certo alívio. Não havia pressão. Incômodo. De certo modo, era mais fácil apenas imaginar como seria, em vez de enfrentar a realidade da coisa. Eu podia criar situações ideais e maneiras de agir que me fariam conquistá-las.”

O livro é narrado em primeira pessoa por Cameron e trás uma história bem curtinha e rápida de ser lida, apesar de não ter muitas surpresas.
O fato de eu não ter lido os dois livros anteriores da série não atrapalhou em nada o meu entendimento e nem o  envolvimento com a história, porém me deixou bem curiosa para poder saber mais dos outros dois irmãos da família.
Para quem não sabe "A garota que eu quero" é o terceiro livro de uma trilogia onde os dois primeiros foram lançados pela editora Bertrand com os títulos de "O Azarão" e "Bom de briga".
Espero poder ter a oportunidade de ler em breve os outros livros da série e com certeza irei adiantar a leitura de "A menina que roubava livros" que estava na minha fila de espera sem data prevista para ser lido.

 

01 agosto 2013

Esmaltes criativos e diferentes.

2

Eu sou apaixonada por esmaltes e adoro fazer coleção, porém infelizmente nunca posso comprar esmaltes importados por conta do preço, porém estou sempre de olho nas novidades e resolvi dividir com vocês alguns vidrinhos que são super diferentes e criativos.

Com exceção dos esmaltes da Hello Kit que são da marca Hits todos os outros são importados e custam caro, mais babar não custa nada não é mesmo?
Quem sabe um dia mais marcas nacionais se inspirem e resolvem inovar nas embalagens também.

E ai, qual deles vocês comprariam?
 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com