Image Map

22 agosto 2013

Resenha: Desejo à meia-noite.

Livro: Desejo à meia-noite.
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro

Sinopse:
"Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos."


Desejei esse livro desde que a editora Arqueiro divulgou a sua capa, achei esse vestido azul maravilhoso e desde então contei os dias para ter a oportunidade de ter o livro em mãos e conhecer a sua história. 
Nesse romance história que se passa na Inglaterra do século XIX nós conhecemos Amelia Hathaway uma mulher solteira de 26 anos que após a morte dos pais decidiu se tornar a principal responsável por sua família. 
A família Hathaways é composta por cinco irmãos, sendo quatro mulheres e um homem.
Leo, o irmão mais velho da família perdeu a noiva a meses atrás e desde então vive em noitadas regadas a muito álcool e drogas.
Ele acabou de ganhar o título de Lorde Ramsay, um título que é dito como amaldiçoado por muitos, já que todos os que o possuem acabam morrendo jovens. 
Junto com o título recebeu também uma propriedade em Hampshire e então  tentando livrar o irmão do vicio e da vida noturna Amelia decide se mudar com toda família para lá, sem imaginar que a casa está caindo aos pedaços.

“—Não existe ‘calmo e sereno’ na nossa casa – falou Poppy com tristeza. – Ah, Amelia, por que nossa família é tão esquisita?
—Não somos esquisitos.
Poppy fez um gesto de desdém.
—Pessoas esquisitas nunca se acham esquisitas.
—Sou absolutamente normal – protestou Amelia.
—Até parece.
Amelia olhou-a com surpresa.
—Por que, em nome de Deus, você diria ‘até parece’ para uma coisa dessas?
—Você tenta controlar tudo e todos. E não confia em ninguém que não seja da família. É um porco-espinho. Ninguém pode chegar perto sem se espetar.”


Amelia sofreu uma grande desilusão amorosa quando o seu namorado a trocou por outra mulher mais rica e desde então está totalmente desacreditada do amor e vive inteiramente para cuidar dos irmãos, até que o cigano Cam Rohan cruza o seu caminho. 
Cam é um cigano que é gerente de um clube de jogos em Londres e mesmo assim nunca conseguiu se desligar da sua cultura e almeja um dia voltar totalmente para ela.
Que eu me lembre essa é a primeira vez que me deparo com personagens ciganos em um livro e achei bem interessante a forma que a autora abordou a cultura deles e o esforço que eles fazem para viver fora dela. 
É claro que como em todos os livros do gênero também temos cenas quentes de tirar o fôlego, porém elas aparecem bem menos do que estamos acostumados a ver nos outros livros e se encaixam perfeitamente na história acontecendo no tempo certo.

"Beijou-a como se ela fosse o ar que ele respirava. Beijos ferozes, duros, provocantemente planejados, suaves e sedutores, beijos para acender fogueiras, iluminar o céu e manter as estrelas em seu lugar."

O livro possui todos os elementos que eu mais gosto em uma história como um romance que te faz suspirar, cenas engraçadas, dramas familiares e até mesmo um certo suspense envolvendo alguns personagens secundários.
Ao longo da narrativa também vamos conhecendo um pouco das histórias dos outros irmãos Hathaways e nos afeiçoando a eles e por isso já estou bem ansiosa para ler o próximo livro da série que continua de onde o primeiro parou, porém dessa vez contando a história de Winn (uma das irmãs da família) e Merripen (um cigano que vive com a família desde criança).
Esse segundo livro também já foi lançado aqui no Brasil e tem o título de "Sedução ao Amanhecer", espero poder ler e fazer a resenha dele em breve por aqui.
Se você gosta de romance histórico que além do romance também tenha bom humor e histórias paralelas bem construídas e interessantes vale muito a pena conferir a série.

 

1 comentários:

  1. Adoro esse estilo de livro e também gostei muiiiito de Desejo à Meia-Noite (principalmente do Cam rsrs).
    Estou louca para poder ler logo o segundo, curiosa pela história!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com