Categorias: ,

Em Orlando muita gente acaba não visitando o EPCOT por ser um parque um pouco mais adulto e cultural, com menos brinquedos e um ar mais maduro.
Ele foi o segundo parque da Disney que visitei e posso dizer que me apaixonei completamente.

O parque é dividido em duas grandes áreas a Future World e a World Showcase. Na primeira área é onde se concentra a maior parte dos brinquedos e nossa primeira parada foi no "Spaceship Earth", a atração que fica literalmente dentro da famosa bola que é o grande símbolo do parque.
Sentados em carrinhos nós passeamos pela história da evolução da humanidade e o melhor de tudo é que no começo da atração é possível selecionar o idioma que a história será contada, então ouvimos tudo em português.
Logo depois tínhamos um FastPass agendado para o "Test Track" uma das atrações mais famosas e concorridas do parque onde você monta o seu carro de corrida e compete com ele, porém como o tempo estava fechado e ameaçando chover, bem quando chegamos em frente ao brinquedo ele estava sendo temporariamente fechado.
Deixamos para voltar lá mais tarde quando ele abrisse novamente, só que infelizmente não deu tempo. 😭  
Seguimos para o World Showcase um espaço gigantesco que fica em volta de um enorme lago e onde 11 países são representados: México, Noruega, China, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Japão, Marrocos, França, Reino Unido e Canadá.
Nesta área do parque é como se pudéssemos visitar um pouquinho de cada um desses países e a arquitetura de cada um, os restaurantes típicos e as músicas tocadas em cada ambiente nos transportam facilmente para o país representado.
Começamos pelo México onde fomos no "Gran Fiesta Tour Starring The Three Caballeros", um brinquedo muito fofo onde Donald está desaparecido e a tarefa de Zé Carioca e Panchito é encontra-lo.
Como até as lojinhas de cada país são temáticas, nas do México é possível encontrar muitas caveiras mexicanas e sombreiros (o famoso chapéu mexicano).
Na Itália comi uma pizza e joguei uma moeda na réplica da famosa "Fontana de Trevi".
Na China e no Japão conheci um pouco dos seus grandiosos e maravilhosos templos e jardins. Na Noruega pude conhecer e tirar fotos com a Ana e a Elsa e ir no "Frozen Ever After", um brinquedo muito fofo que como o próprio nome já diz conta a história de Frozen.
Bem na hora que começou a chover no parque eu estava em frente a esse brinquedo, foi como se ele tivesse me chamando para entrar na fila..rsrs
Na Alemanha conheci a Branca de Neve e experimentei um Smore na loja Karamell-Küche, o doce típico americano é como se fosse um sanduíche feito com bolacha, chocolate, caramelo e marshmallow.
Aliais esta loja é uma verdadeira tentação pois tudo lá é feito de caramelo, então imagem o cheiro maravilhoso que ela deixa no ar?
Nos Estados Unidos pude ouvir o show da banda Sugar Ray que estava acontecendo no dia da minha visita.
No Canadá assisti ao show de encerramento do parque que acontece no lago. É possível assistir este show de qualquer lugar do parque e na hora ficamos na dúvida de qual seria o melhor país para assisti-lo porém não chegamos a nenhuma conclusão e acabamos ficando no país que estávamos no momento..rsrs
Apesar de muito bonito o "IllumiNations: Reflections of Earth" ficou em terceiro lugar dentre os três shows que tive a oportunidade de assistir. Não me emocionei tanto como nos outros.   
Ao longo do ano no parque acontecem vários eventos diferentes, como eu fui em Setembro estava tendo o "Food & Wine Festival", um festival gastronômico muito legal que espalha pelo parque barraquinhas de vários países diferentes com a comida típica de cada um deles, tem até do Brasil com direito a pão de queijo e caipirinha.Os gringos adoram.
No parque também participei de uma brincadeira chamada "Kidcot Fun Stops" onde é distribuído um saquinho ziploc de graça no começo da visita depois em cada país visitado você pode pegar um cartão postal temático de colorir e um adesivo.  
A pessoa responsável por entregar este cartão é quase sempre um nativo do país que além de entregar o cartão e interagir com os visitantes costumam assinar ou fazer um desenho bem fofo no verso do cartão. É uma brincadeira bem legal tanto para crianças como adultos.
Uma versão sofisticada da brincadeira é o "Passaporte Epcot" onde é possível comprar dentro das lojinhas do parque uma replica de um passaporte com a temática do parque e em cada país visitado este passaporte será carimbado.
Como eu estava em modo viagem econômica não comprei, mas quem sabe numa próxima visita, não é mesmo?  
Por fim preciso dizer que além de encantada, sai do EPCOT com uma vontade imensa de voltar um dia e conhecer ainda mais deste parque tão lindo, pois como ele é um complexo gigantesco muitas coisas infelizmente eu acabei não vendo neste primeira visita.

Deixe um comentário