Categorias: ,

O primeiro parque que visitei em Orlando foi o Magic Kingdom, ele foi o primeiro a ser construído no complexo Walt Disney World e também é o mais famoso dentre todos eles.
Assim que chegamos a incrível organização e estrutura do local me impressionou bastante. Ainda no estacionamento gigantesco cada carro deve parar no setor e vaga pré determinados, nada de confusão para achar vagas, e seguir até uma espécie de trenzinho que nos leva até a bilheteria do local.

Como o parque ainda fica bem longe da bilheteria, após passar pelo local ainda temos que pegar um novo meio de transporte para finalmente chegar até as catracas de entrada do Magic Kingdom
Para chegar até lá é possível escolher entre o Monorail, um trem suspenso ou então o Ferry Boat, um barco. Optamos pelo Monorail.
Finalmente dentro do parque tudo nos encanta, a sensação que tenho é que estava dentro de um grande sonho. É tanta coisa para olhar, tantos detalhes para prestar a atenção que a vontade que temos é de ficar parado ali com cara de besta só admirando tudo.
Ao passar pela Main Street e ver pela primeira vez o castelo ali no fundo o coração chega a disparar. 
Nosso primeiro brinquedo foi o Enchanted Tales with Belle, a atração de A Bela e a Fera.
A fila da atração fica dentro da fofíssima casa da Bela e logo depois passamos para a primeira etapa que é feita dentro da oficina do pai dela, Maurice. No local tem um espelho encantado que nos leva para dentro do castelo da Fera.
Não irei contar detalhes da atração para não perder a graça e nem o encantando para quem for visita-la um dia, mas o que posso dizer é que é basicamente um teatrinho fofo e encantador feito com os personagens madame Wardrobe (o guarda-roupas), Lumiere (o castiçal) e claro a Bela.
Algumas pessoas, crianças e adultos, são escolhidos para participar do teatro e o restante fica sentado assistindo. Eu fiz parte do grupo que ficou sentado apenas assistindo, mas mesmo assim no final consegui tirar a minha foto com a Bela e ganhei das mãos dela um lindo marcador de páginas que obviamente virou o mais especial da minha coleção.

Logo depois chegou a vez da Splash Mountain uma atração baseada no clássico filme da Disney, Song of the South “A Canção do Sul”.
Durante a atração passeamos dentro de um barco em um rio que passa dentro de uma montanha e tem várias quedas d’água, o passeio é uma delicia e proporciona boas risadas.
Vale a pena avisar que quem fica nos primeiros bancos do barco se molha bastante, então se você for visitar o parque durante o inverno pode não ser uma boa ideia ir neste brinquedo, como nossa visita aconteceu durante um Outono com temperaturas acima dos 30 graus na Flórida, se molhar um pouco foi maravilhoso.

Em Piratas do Caribe passeamos novamente por um rio (dessa vez sem se molhar) e vamos acompanhando um pouco da história dos filmes, os animatronics são tão perfeitos que realmente me senti pertinho do Jack Sparrow. Toda a história contada durante o passeio é muito legal. 
Este parque, assim como todos os outros, tem muitas opções quando o assunto é alimentação. Decidimos almoçar um clássico hambúrguer com batata frita no Cosmic Ray's Starlight Café, no local que tem um estilo futurista você compra um lanche simples e existe um grande balcão de condimentos com alface, tomate, cebola e vários tipos de molhos para você colocar por cima do seu lanche à vontade e sem custo adicional. O lanche estava bem gostoso.

Logo após o almoço tomamos o famoso sorvete do Michey e sentamos em frente ao castelo para assistir à parada.
É muito incrível ver de pertinho o desfile com todos os personagens que você sempre acompanhou e admirou desde a infância passando em lindos carros alegóricos cantando e dançando na sua frente. Foi o segundo momento que mais gostei do dia.  
Fomos no Jungle Cruise o brinquedo é mais um passeio de barco só que dessa vez bem grande que comporta cerca de 10 a 15 pessoas por vez.  
Os barcos saem da estação com os visitantes sentados, levados por um capitão em meio a diferentes selvas dos quatro continentes. No caminho, avistamos aventureiros sendo atacados, leões se alimentando, hipopótamos se divertindo no banho, cachoeiras e indígenas. Todos animatronics  bem realistas. Presente no Magic Kingdom desde a sua inauguração, em 1971 o brinquedo pode ser bobinho para muitos mas vale a pena a visita. 

Logo após a parada fomos ao Pet’s Silly Sideshow. O local imita um circo e lá dentro encontramos os seguintes personagens Margarida vestida de vidente em um cenário onde faz adivinhações com a ajuda da sua bola de cristal, Minnie que é uma fofa treinadora de cães, Pateta que é um piloto de moto e está em frente ao globo da morte e Donald o encantador de serpentes.
Os personagens são super atenciosos com todos e enquanto estamos na fila esperando nossa vez é muito lindo ver a reação das crianças pequenas ao abraça-los. Apesar de não ser mais criança fiz questão de tirar fotos com todos e também levar um caderninho de autógrafos para ser assinado por eles.  
Saímos do circo e fomos ao teatro encontrar o Mickey no Town Square Theater.
Assim como todos os outros ele é uma fofura e chega a dar um frio na barriga quando finalmente chega a nossa fez na fila. 
Nosso último brinquedo do dia foi o Under the Sea - Journey of The Little Mermaid, a atração da pequena sereia a Arial.
Ela fica do lado dodo castelo do príncipe Erick e podem entrar crianças de todas as idades.
Sentado em carrinhos que se parecem grandes conchas, ela simula um passeio no fundo do mar enquanto conta a história de Ariel com direito a muitas músicas do filme.

Quando saímos da atração faltavam poucos minutos para o show final por isso saímos correndo para frente do castelo onde uma verdadeira multidão já estava ali a espera.
Foi bem ali no meio daquelas milhares de pessoas que vivi o momento mais mágico e emocionante de toda a minha viagem.
Não encontro palavras que possam descrever a emoção que foi assistir a este show de encerramento do Magic Kindgon, sem dúvida alguma foi uma das coisas mais lindas que presencie em toda a vida.
Chorei em muitos momentos durante o show e até hoje meses depois quando vejo vídeos deste show eu choro e me emociono novamente.   
Visitamos o Magic Kingdom em um sábado por isso apesar de não ser alta temporada o parque estava um pouco cheio e pegamos algumas filas com mais de uma hora de espera. O que ainda sim dizem ser bem pouco tempo se compararmos ao final do ano e aos meses de férias escolares.
Apesar de ter aproveitado muito cada segundo neste lugar mágico, sai de lá com uma imensa vontade de voltar um dia para poder ir em todas as atrações que ficaram faltando conhecer.

Deixe um comentário