Categorias:

Romance • Editora: Arqueiro • Autora: Kristin Hannah • 352 Páginas 

Kristin Hannah é conhecida por suas histórias intensas e repletas de lições e reflexões e com As cores da vida não foi diferente, o livro conta a história de três irmãs que perderam a mãe ainda na infância e cresceram em um rancho aos cuidados de um pai frio e distante. 
Vivi Ann, Aurora e Winona possui personalidades e estilos de vida completamente diferentes uma da outra, mas mesmo assim sempre procuraram se manter unidas. 
Vivi Ann é o xodó do pai, apaixonada pelo rancho e pelos animais é dita como a garota perfeita, que é amada facilmente por todos. 
Aurora é a pacificadora da família, aquela que sempre fica em segundo plano e se sacrifica pela felicidade de todos.
Winona é a mais velha e o porto seguro das irmãs, ela nunca se sentiu em casa no rancho e tenta a todo custo provar o seu valor para todos, principalmente para o pai. 
"Winona sabia que deveria assumir o papel de mãe e explicar por que não havia problema em seu pai retomar a vida cotidiana no dia seguinte ao enterro da esposa, mas não conseguia se imaginar criando uma mentira dessa magnitude, nem mesmo para aliviar a dor das irmãs."
Um dia um crime choca a cidade e tudo muda, a lealdade das irmãs é posta a prova e os segredos dolorosos que elas carregam começar a ser revelados. 
As cores da vida é um romance que valoriza muito as relações familiares, traz uma história sobre amor, amizade, rivalidade e inveja.
A narrativa é dividida em duas partes, a primeira é mais monótona e nos permite conhecer melhor as irmãs e nos conectar com a história de cada uma delas, já a segunda trás toda a surpresa, a carga dramática e o choque de realidade do livro.
"Algumas coisas não podiam ser esquecidas, mesmo com muito esforço. Humilhação. Perda. Inveja. Eram emoções que ficavam surgindo na superfície. No Final, é muito cansativo mantê-las escondidas."
Nesta história não existe mocinhos e nem vilões, todos os personagens são bem reais e comuns com seus acertos e erros.
Os personagens foram muito bem pensados e construídos, só senti falta de conhecer melhor Aurora, pois ela foi a única irmã que ficou meio escondida durante toda a trama. 
Gostaria de ter visto um pouco mais do seu lado da história. 
No geral gostei muito da história e da narrativa e sem dúvidas nenhuma em breve lerei mais livros da autora.





Deixe um comentário