Categorias:

  Jovem Adulto • Editora: Verus • Autora: Jamie McGuire 350 Páginas 
Clique aqui para comprar o seu
Jamie McGuire já é velha conhecida de quem assim como eu ama muito os irmãos Maddox, porém depois de ler tantos livros de uma mesma série, confesso que já estava bem ansiosa e curiosa para ler algo diferente escrito pela autora.
Em Todas as Pequenas Luzes temos um romance jovem adulto repleto de suspense e mistério e completamente diferente de tudo o que eu já tinha lido da autora até então. 

lliott Youngblood vê Catherine Calhoun pela primeira vez quando tem onze anos, ele era o garotinho em cima de uma árvore em busca de uma foto perfeita e ela a garotinha que estava enterrando no quintal o seu cachorro morto. 
"Eu me perguntei o que tinha acontecido com o cachorro e há quanto tempo ela morava naquela casa enorme que tomava conta do quintal inteiro e fazia sombra na rua toda e nas demais casas quando o sol se movia lá no alto. Senti certo incômodo por não saber se ela estava sentada no chão porque se sentia mais segura ali, com o cachorro morto, do que lá dentro."
Elliot enfrenta graves problemas familiares e de tempos em tempos costuma passar uma temporada na casa da tia em Oak Creek.
Catherine mora com os pais em um antigo casarão da família e sempre foi hostilizada na cidade por conta do passado que seu sobrenome carrega.
O começo do livro trás algumas passagens de tempo onde acompanhamos os dois se conhecendo, se aproximando e logo depois se afastando, quando no momento em que Catherine mais precisa Elliot é forçado a deixar a cidade.
"Enquanto Sanchez dava a volta para chegar à porta do motorista, vasculhei o lugar, em busca de Elliott.— Srta. Calhoun? — Sanchez me chamou.Abri a porta do passageiro e entrei, ainda procurando por Elliott enquanto ele dava a partida."
Elliot só consegue retornar à cidade quando completa 18 anos e agora terá que reconquistar a confiança de Catherine, porém não será uma tarefa nada fácil, pois além de ser uma garota solitária e extremamente fragilizada ela também esconde um grande segredo.
"Mamãe e eu tínhamos contas a pagar, e isso implicava guardar os segredos das pessoas que andavam pelos nossos corredores. Se os vizinhos soubessem a verdade, não nos deixariam ficar."
Durante toda a leitura fiquei curiosíssima tentando desvendar o segredo de Catherine e posso dizer que passei bem longe de descobrir, pois é algo totalmente surpreendente e que eu jamais poderia imaginar.
A narrativa envolvente e viciante de Jamie McGuire me fez devorar o livro em bem pouco tempo de leitura. Abordando assuntos como bullying, preconceito racial e violência familiar a autora nos deixa com o coração na mão em muitos momentos da leitura. 
"Os corredores da escola estavam especialmente quietos na manhã de terça-feira. Os alunos pareciam cansados, e a princípio pensei que era só por causa do céu nublado e do frio. Mas havia outra coisa se aproximando com a frente fria. Só que nós ainda não sabíamos disso."
Fugindo bastante do clichê, Todas as pequenas luzes me mostrou uma outra face de Jamie McGuire que gostei muito de conhecer e me deixou na torcida para que a autora lance logo mais jovens adultos neste estilo. 


Deixe um comentário