[Resenha] Eleanor e Grey

em 07 janeiro 2021


Gosto muito da escrita da Brittainy e assim que foi anunciado o lançamento desse novo livro da autora, fiquei logo ansiosa para ler.
Eleanor é uma adolescente tímida e antissocial que prefere ficar na companhia dos seus amados livros e foge de festas e badalações.
Porém quando Shay, a sua a prima, a arrasta para uma festa, Ellie acaba sendo abordada por Grey, um dos garotos mais populares do colégio e descobre que as aparências muitas vezes enganam. 
Ela estava ali escondida em um canto lendo o seu amado Harry Potter e acredita que não tem nada em comum com Grey, mas irá se surpreender bastante. 
"Talvez as pessoas só precisem de alguém que continue presente e disponível para elas nos dias ruins, mesmo quando tentam fazer o possível para manter todo mundo afastado".
Enquanto Eleanor vive em um lar repleto de amor, Grey tem uma relação familiar bem conturbada e juntos eles irão se tornar o porto seguro um do outro nos momentos mais difíceis de suas vidas e irão descobrir a força do verdadeiro amor.
"É difícil de explicar. Ela era ela, eu era eu, é nós éramos nós. Não havia um rótulo. Era apenas duas pessoas se ajudando a respirar."
O livro é dividido em duas partes com uma grande passagem de tempo entre as duas e tem capítulos intercalados narrados por Eleanor e Grey, nos dando assim uma visão completa da história. 
"Basta um minuto para que o mundo vire de cabeça para baixo, meros segundos para que a vida repleta de alegria e sorriso seja substituída pelo completo desespero."
Logo das primeiras páginas eu já estava super apaixonada por Grey e me identificando bastante com Ellie.
Confesso que não esperava encontrar a história que encontrei na segunda parte do livro e até não irei falar muito sobre isso para não dar nenhum spoiler. Mas posso garantir que me emocionei bastante.
"Quando ele sofria, meu coração chorava. Quando ele sentia dor, eram os meus olhos que choravam. Nós éramos íntimos a esse ponto. Nossa história de amor era muito mais que uma história romântica qualquer. Nossa história girava em torno de amizade. De família. De cuidar daqueles que sempre cuidaram de você."
A escrita de Brittainy C. Cherry como sempre é bem envolvente e encantadora nos fazendo querer devorar a leitura em pouquíssimo tempo. 
O livro trás várias referências a Harry Potter e Gilmore Girls e deixa lições valiosas sobre bullying, perdas e superação. 
Foi a minha primeira leitura de 2021 e comecei o ano muito bem, já com um super favorito da estante. 
"Tudo bem ter medo, desde que você não permita que ele te sufoque.
Agora já estou louca para que seja lançado logo no Brasil o livro de Landon e Shay que são personagens secundários nesse livro e que prometem uma história de amor maravilhosa e super divertida daquelas onde o casal é bem gato e rato. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Topo