Image Map

04 novembro 2015

[Resenha] Graffiti Moon

Livro: Graffiti Moon
Autora: Cath Crowley
Editora: Valentina

Compre com desconto: http://oferta.vc/noEg

Sinopse:

"Uma aventura emocionante e perigosa como um grafite clandestino. Uma noite de arte e poesia, humor e autodescoberta, expectativa e risco e, quem sabe, amor verdadeiro.

Um artista, uma sonhadora, uma noite, um significado. O que mais importa?
O ano letivo acabou, aliás, o último ano do ensino médio. Lucy planejou a maneira perfeita de comemorar: essa noite, finalmente, ela encontrará o Sombra, o genial e misterioso grafiteiro, cujo fantástico trabalho se encontra espalhado por toda a cidade. Ele está de spray na mão, escondido em algum lugar, espalhando cor, desenhando pássaros e o azul do céu na noite. E Lucy sabe que um artista como o Sombra é alguém por quem ela pode se apaixonar — se apaixonar de verdade."

Mesmo antes de Graffiti Moon ser lançado aqui no Brasil, sempre ouvi falar muito bem sobre o livro e tinha bastante curiosidade a respeito de sua história.
Escrito por Cath Crowley, a obra foi lançado por aqui em 2014, mas só tive a oportunidade de fazer a sua leitura agora.
A história é narrada em primeira pessoa de forma alternada por três personagens diferentes.
Lucy é uma garota que acabou de terminar o ensino médio e foi convidada a ter uma noite de muita aventura ao lado de seus amigos. Ao receber o convite ela nem estava com muita vontade de sair, até descobrir que nesta noite poderá enfim conhecer a identidade secreta do grafiteiro Sombra, um artista que conquistou o seu coração através dos desenhos que espalha pelos muros da cidade.

“E todos os pássaros daquele muro caem do céu. Eu os vejo caindo de barriga para cima. Uma tempestade deles cobre o chão.  Mais tarde, vou pintar o céu vazio e os pássaros caídos. Vou pintar, e saber que pior que estar preso num jarro é não estar em lugar nenhum.”

Como segundo narrador, temos o Sombra, que longe dos muros se chama Ed.
Ed leva uma vida muito difícil ao lado de sua mãe e sempre se sentiu rejeitado e excluído por todos. Sem emprego e enfrentando dificuldades para ajudar a pagar o aluguel da casa em que vive com sua mãe ele decide aceitar uma proposta perigosa e arriscada de seu amigo Leo, conhecido no mundo do graffiti como Poeta.
Poeta é o terceiro narrador dessa história e além de nos presentear com lindos e criativos poemas em seus capítulos, também é o principal responsável pela noite em que a vida dos três personagens irá se cruzar. 

"Gosto da ideia das suas garrafas. Memórias que são apenas formas estranhas flutuando aqui dentro da gente, memórias que são apenas garrafas vazias. E as coisas boas, engarrafadas, para que não possam ir embora."

A história do livro inteiro se passa em apenas 12 horas, uma divertida noite que com certeza ficará na memória dos personagens por muito tempo.
Um livro diferente, interessante e poético que fala sobre arte e sobre o amor em suas diferentes formas.
Apesar do estilo da narrativa ter me deixado confusa durante alguns momentos, não há como negar que a mensagem que a autora deseja transmitir através dessa história é muito bonita e positiva, trazendo ao leitor aquele sentimento de querer mudar o mundo, mesmo que seja através de pequenos gestos como um desenho grafitado em um muro.
No principio quando a capa nacional de Graffiti Moon foi divulgada, confesso que não gostei da escolha da editora Valentina e preferia  que o livro tivesse sido lançado com a capa americana, porém após finalmente fazer a sua leitora percebi que a capa brasileira também se adéqua perfeitamente a história.
Uma leitura fofa e rápida para quem está em busca de um romance diferente. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com