Image Map

19 julho 2013

Resenha: Azar o Seu!

Livro: Azar o Seu!
Autora: Carol Sabar
Editora: Jangada

Sinopse:
"Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo... O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor!"

Quando o assunto é chick lit eu posso garantir que sou uma das primeiras a ficar com os olhos brilhando de desejo de ler o livro logo e com "Azar o Seu!" não foi diferente, assim que vi o anuncio do lançamento do livro e li a sinopse já fiquei doida para ler.
De uma forma bem divertida e bem humorada, conhecemos Bia, uma mulher que apesar de ser formada em Administração está desempregada e atualmente mora na casa de seu pai em Juiz de Fora/MG.
Bia é solteira e mesmo tentando muito não consegue namorar sério nenhum homem, pois na verdade nunca se esqueceu do seu amor de infância Gustavo Vitorazzi.
Guga, sua irmã Raíssa e Bia eram inseparáveis na infância, até o dia em que o garoto decide ir estudar música no exterior e nunca mais manda notícias. 

"- Presta atenção – eu disse, tentando ser paciente. – Estou dizendo que sempre fui apaixonada pelo Gustavo Vitorazzi, meu amigo de infância. O Guga irmão da Raíssa. O Guga que não vejo há dez anos. Aí, minha cabeça! Aaaaiii!"

Voltando do enterro de uma tia no RJ, após ter passado por mais um vexame envolvendo homens, Bia fica parada no trânsito quando começa um tiroteio na avenida e ela entra em desespero. 
Pensando que vai morrer ela acaba confessando toda a sua história e o seu amor por Guga para o cara do carro ao lado que tenta ajudá-la a se esconder dos tiros.
Mais o que ela nem imagina é que esse cara (que ela não reconheceu) na verdade é o próprio Guga e que ao contrário dela, ele a reconheceu.
A partir dai se desenvolve uma história muito divertida, romântica e envolvente que te faz perder completamente a noção do tempo enquanto está lendo.
Li o livro inteiro em apenas um dia e quando acabou ainda fiquei desejando mais.

"Foi só quando subi as escadas de casa para o segundo andar e girei a chave na fechadura é que tive um pensamento infeliz.
Ainda que ele soubesse meu sobrenome do mesmo jeito que sabia meu nome, eu não estava na lista telefônica. Ele não sabia o nome do meu pai. Não sabia o número do meu celular e não sabia onde eu morava. Então, de uma hora para outra, senti-me ridiculamente desanimada.
É. Até quando a sorte sorria para mim, sorria com uns dentes faltando."

Bia apesar de ser uma personagem irritante em alguns momentos por conta da sua teimosia, também é engraçada e te faz dar boas risadas desde a primeira página, enquanto Guga é o cara perfeito que te faz suspirar a cada nova página.
A narrativa em primeira pessoa sob o ponto de vista de Bia é leve, fluida e te conquista facilmente pela forma com que a história se desenvolve. 
Carol Sabar, soube dar o tempo certo para cada "dilema" se resolver ao longo da narrativa e não deixou tudo somente para o final, o que geralmente acontece com livros desse gênero.
E apesar de parecer um pouco previsível existiram algumas boas surpresas ao longo da história que só fizeram me gostar ainda mais do livro.
Com certeza esse é mais um nacional que entrou para a lista dos meus livros favoritos e mais uma autora que irei acompanhar. 
Aliais já até tenho na minha estante o primeiro livro da autora (Como quase namorei Robert Pattinson), pretendo ler em breve e espero gostar tanto quanto gostei de Azar o Seu!.


4 comentários:

  1. Oii Tais..
    Aí, eu sou fã incontestável da Carol Sabar, quero ler este livro mais que tudo. O primeiro livro dela me deixou gamadinha..hahaha.
    Adorei sua resenha, sei que posso apostar no livro que não vou me decepcionar =)
    Vi que levou suas 5 estrelas e um coraçãozinho.. que lindo...

    Beijos

    TeLa
    http://www.penseiraliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoro chick lits, esse tem uma capa linda!

    Ainda não li nada dessa autora, mas pelas resenhas que ando lendo, os livros dela me pareceram muito bons!

    Beijinhos

    www.chatadoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nada da Carol, mas tenho visto muita gente falar super bem deste livro, sem contar que a capa é linda de viver né. Adoraria poder ler!

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não li o outro livro da Carol Sabar mas tenho muita vontade!
    Adorei a capa e a sinopse desse livro e só tenho lido resenhas super spositivas, por isso já comprei o meu e só estou aguardando chegar ansiosamente!

    ResponderExcluir

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com