Image Map

28 junho 2012

Resenha: O escolhido


Livro: O escolhido
Autora:
Hannah Howell
Editora: Lua de Papel
Sinopse:
"Inglaterra, verão do século XVIII. Um homem nu aparece no roseiral da famíliade LoreleiSundun.  Ao contrário de gritos ou pedidos de socorro, algo que se esperava da maioria das mulheres de sua época, Lorelei oferece ajuda, pois percebe o embaraço do rapaz, que não sabia onde estava. Ela nunca ouvira falar da família de Argus Wherlocke, nem sobre os dons paranormais comuns entre os membros desta família.
Porém, arrebatada por uma súbita paixão e munida de coragem, ela logo se arrisca para ajudá-lo num jogo perigoso de perseguições. Argus logo descobre que Lorelei é sua única esperança de salvação, e que seu desejo pode ser a mais importante arma para combater seus inimigos.
O escolhido é o quarto livro da saga da família Wherlocke, cujo personagem principal, Argus Wherlocke, tem o dom de hipnotizar as pessoas pelo olhar e pela voz. Argus é da mesma família de Chloe, Penelope e Alethea, personagens apresentadas nos livros A Vidente, A Sensitiva e A Intuitiva."


O escolhido é o último livro da série dos irmãos Wherlocke e dessa vez temos como protagonista Argus Wherlocke, o irmão mais charmoso e sedutor da família.
Assim como todos os outros membros da família Argus tem um dom especial, ele é capaz de hipnotizar e ordenar que as pessoas façam exatamente o que ele deseja somente com o poder do seu olhar e de sua voz.
Por conta desse poderoso dom Argus acaba sendo sequestrado por Charles Cornick, um louco que acredita que seja possível roubar o dom do personagem para si. 


"Charles Cornick entrou a passos largos na cela, com dois homens troncudos logo atrás, todos usando óculos de lentes escuras. A luz entrou junto com eles, já que os três carregavam lanternas que penduraram em ganchos nas paredes da prisão.
Argus lutou para esconder o furioso ódio que havia tomado conta dele ao ver seus captores."


O livro começa com Argus preso em uma mansão abandonada, acorrentado nu em uma cela e sendo submetido a cruéis sessões de tortura.
No cativeiro Argus utiliza um novo dom que descobriu a pouco tempo e projeta o seu espírito para fora do corpo para tentar pedir ajuda.
Na tentativa de encontrar a sua família ele acaba indo parar no jardim de uma mansão e dando de cara com a bela Lorelei, a jovem e solteira filha do Duque de Sundunmoor.
Lorelei irá ajudar o personagem a escapar e ainda balançar com o coração do durão que tem tremendo pavor de casamentos.


"Estamos na Inglaterra, verão do século XVIII.
Lorelei Sundun nunca havia ouvido falar da misteriosa família Wherlocke - nem de suas habilidades sobrenaturais - até o momento em que se depara com Sir Argus Wherlocke nu em seu jardim. Ao contrário de gritos e pedidos de socorro, algo que podia se esperar da maioria das mulheres de sua época, ela oferece ajuda, pois percebe também o embaraço do rapaz que não sabia onde estava. Aquele homem tentava escapar de pessoas perigosas que queriam usar seus dons como arma. Mas antes que a moça pudesse agir, como por mágica, a visão daquele homem irresistível desaparece, o que a faz pensar que tudo não passara de um sonho.."


O escolhido foi o primeiro livro da série que eu li e por ter uma história totalmente independente, o fato de eu não ter lido os outros livros da série anteriormente não atrapalhou em nada a leitura e o entendimento da história.
Como fã de romances históricos, gostei muito do livro e posso dizer que ele possui uma boa dose de humor e suspense misturadas a muito romance e cenas quentes de tirar o fôlego.


"No momento em que seus lábios encostaram nos dela, Lorelei passou os braços em volta de seu pescoço, segurando-o com firmeza. Seus beijos eram extasiantes. 
Quando estava perto dele, ela não conseguia pensar em mais nada, senão em beijá-lo.
A lembrança dos seus beijos a assombrava a maior parte do tempo, e o ardor do primeiro beijo que lhe dera não cessava de crescer dentro dela." 


A narrativa flui de forma rápida e todos os personagens são muito bem construídos, me encantei muito com o duque e a sua família e acho até que a autora deveria fazer uma nova série sobre eles.
O único ponto que ficou a desejar no livro na minha opinião foi a falta de explicação do porquê Lorenei conseguiu ver Argus quando ele projetou o seu espírito para fora do corpo no começo do livro e mesmo assim não era afetada por seu dom de hipnose.
Tirando isso o livro foi ótimo e agora estou bem curiosa para conhecer a história das irmãs de Argus e com certeza em breve vocês verão as resenhas dos outros livros dessa série por aqui. 

___________________________________
                                       
 Comente e ganhe

 Todos que comentarem na resenha até o dia 06/07 estarão concorrendo a esse lindo marcador de  O encontro.

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Os livros dessa série são lindos né??
    Eu comprei A Sensitiva em uma promoção e tava com medo de não conseguir entender a história porque não tenho os primeiros livros...e fiquei contente depois da sua resenha porque vou conseguir entender a história......
    Quero poder ler todos dessa série!!! Adorei!!!!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro tem a capa fofa e adorei o fato de vir com o lacinho de seda...
    Engraçado que para aquela época a mocinha pelo visto não teve um ataque de puritanismo... kkk
    Imaginei a cena aqui e eu ficaria meio sem ação... mas não me imaginaria indo resgatar um espírito peladão.
    O nome do mocinho é bonito... e gosto de romances que abordam dons. Os de Argus são ótimos... para ele, pq para quem ele acaba controlando não é nada divertido.
    Esse ponto que você colocou já vi outras meninas falando...
    Eu não conheço a série... mas gostei de saber que não há necessidade de seguir em ordem.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Taís!
    Eu tenho os três primeiros da série, mas ainda não li ;_; hahahaha

    Fico enrolando, enrolando... mas daí sua resenha me deixou curiosa :D

    Ainda mais sabendo que tem um pouquinho de fantasia ^^

    Beijoooo!

    Ju
    julianagiacobelli.com

    ResponderExcluir
  5. Não li a resenha, mas li sua opinião no final!
    Parece ser bem legal o livro.
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Oi, Taís!

    Se vc gostou deste, corre pra ler A Vidente (e os outros 2)! Eu adoro esta série e li o primeiro assim que lançou. Me apaixonei pelo romance histórico.

    Assim, depois do primeiro, você começa a ver qua as histórias têm as mesmas bases, mas nem por isso deixa de ser envolvente.

    Falta ler O Escolhido #mimimi ainda não comprei...

    A Saga tem nome de Irmãs, mas trata de toda a família... São primos distantes, estas coisas...

    Um beijo!

    ResponderExcluir

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com