Image Map

15 julho 2016

[Resenha] Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática


Livro: Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática
Autora: Thalita Rebouças
Editora: Arqueiro

Compre com desconto: http://compre.vc/s/02baace4

Sinopse:
"Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz.O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa... O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes... Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor."

Sempre ouvi falar bastante sobre a Thalita Rebouças, porém até então só havia lido um conto escrito pela autora, que foi publicado no livro Um Ano Inesquecível.
Em Uma Garota Excluída, Mal - Amada e (Um Pouco) Dramática conhecemos Tetê, uma menina de 15 anos que não tem amigos e sofre bullying por estar acima do peso.
Tudo começa a mudar na vida de Tetê quando o seu pai perde o emprego e ela e a família são obrigados a se mudar para o apartamento de seus avós em Copacabana, onde a garota passa a frequentar uma nova escola.
Na nova escola apesar do bullying continuar por parte de alguns alunos, Tetê logo começa a construir amizades verdadeiras que irão incentivá-la a melhorar a aparência e recuperar a autoestima.

"Como pode ser isso? Um corte de cabelo tem esse poder mesmo, de mudar por fora e por dentro. Eu estava me sentindo mais bonita, sim. E nunca tinha me sentido daquele jeito. Aquilo dava uma confiança que eu nunca imaginei ter. Abri um sorriso com todos os meus dentes à mostra e... chorei. Sim, chorei. Choro até em comercial ruim de detergente, imagina se não choraria ao ver a mudança que fez um corte de cabelo, ainda mais sendo presente de um amigo tão especial como o Zeca."

Os amigos de Tetê são encantadores e me fizeram desejar que eles fossem reais para que pudessem ser meus amigos também.
Com muito bom humor e recheado de cenas envolvendo romance, amizade e família o livro trás lindas lições sobre aceitação.
O livro é escrito em primeira pessoa e também trás muitas receitas de pratos doces e salgados, pois Tetê ama cozinhar e tudo o que ela cita que está comendo na história ela também nos ensina a receita.  Achei essa uma iniciativa muito legal, pois é uma maneira de incentivar os leitores a se aventurar na cozinha.

“A gente costuma pôr a culpa das coisas nos outros e em geral espera que os outros mudem e que o mundo mude, mas a verdade  que eu descobri que nada muda. Mas se a gente der um passo, um passinho que seja em direção a fazer algo diferente pela gente mesma e modificar quem a gente é, plim!  A mágica acontece e tudo muda ao redor!”

Uma das pequenas coisas que me incomodaram no enredo foi à construção da idade de alguns personagens, pois o comportamento da protagonista não é muito condizente com o comportamento das garotas de 15 anos dos dias atuais, uma vez que hoje em dia infelizmente as crianças e adolescentes amadurecem muito rápido e a Tetê retratada no livro tem atitudes de uma garota de 12 ou no máximo 13 anos.
Ainda assim gostei bastante dos assuntos abordados pela autora e da forma como a história se desenvolveu, me fazendo sentir uma nostalgia boa da minha adolescência.
Um livro infanto-juvenil muito fofo e gostoso de acompanhar, indicado não só para o publico infanto-juvenil como também para os adultos que assim como eu gostam de apostar em leituras mais leves de vez em quando. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com