Image Map

01 julho 2014

[Resenha] O Teste

Livro: O Teste
Autora: Joelle Charbonneau
Editora: Única
Compre com Desconto: http://oferta.vc/3rMs

Sinopse:
"No dia de formatura de Malencia ‘Cia’ Vale e dos jovens da Colônia Cinco Lagos, tudo o que ela consegue imaginar – e esperar – é ser escolhida para O Teste, um programa elaborado pela Comunidade das Nações Unificadas, que seleciona os melhores e mais brilhantes recém-formados para que se tornem líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo, mas existe pouca informação a respeito dessa seleção. Então, ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado. Desconfiada de seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam. Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para se defender?"

Quem me acompanha sempre aqui no blog sabe o quanto eu adoro uma distopia, e por isso O Teste entrou para a minha lista de desejados assim que soube do seu lançamento aqui no Brasil.
A história é narrada em primeira pessoa por Cia (Malencia Vale) uma garota de 16 anos que mora na Colônia Cinco Lados e acabou de concluir os seus estudos. 
Cia sonha em ser selecionada para participar do teste, um programa de governo onde somente os melhores alunos de cada colônia são convocados a participar e se passarem pelo teste e forem aprovados terão direito a cursarem uma universidade e contribuírem para o crescimento do país. 

"Ser escolhido é uma honra. Os formandos da universidade são nossa grande esperança, aqueles com os quais todos contamos para ajudar a regenerar a terra e melhorar nossa qualidade de vida. São os futuros cientistas, médicos, professores e oficiais do governo."

O pai de Cia participou do teste e foi aprovado, mas apesar de não possuir nenhuma memória a respeito daqueles dias tem constantes pesadelos que envolvem mortes e por isso acredita que ser escolhido para participar não seja assim tão bom quanto todos imaginam.
Ele teme pela vida da filha e quando ela é escolhida ele resolve contar os seus pesadelos e pedir que ela tome muito cuidado e nunca confie em ninguém ao seu redor, nem mesmo aqueles que parecem amigos. 
A mãe de Cia também sempre foi contra o teste e nunca encorajou a filha a participar, pois após serem selecionados as chances de que os participantes nunca mais voltarão a ver seus familiares novamente são enormes.

"Ela me diz que tem orgulho de mim. Faço o melhor para não me prender a ela quando nos abraçamos em despedida. De repente, eu lamento todas as vezes que fiquei brava por ela não encorajar meus sonhos na universidade. Agora entendo por que ela teve medo de que eu tivesse sucesso. Agora é tarde demais." 

O livro trás um pouco de vários elementos já conhecidos de outras distopias e por alguns momentos ele me pareceu uma grande mistura de Jogos Vorazes, Legend e Divergente.
Apesar disso a autora soube transformar a sua história em algo original, principalmente porque grande parte do desenvolvimento do teste é bastante psicológico e mental. 
Durante a história também surge um romance, que apesar de ser bem sutil nesse primeiro livro da trilogia, é muito fofo.
Do início ao fim o clima geral do livro é de bastante tensão e você fica tentando adivinhar não somente o que irá acontecer como em que personagem você pode realmente confiar.
O final super bem escrito e de certa forma surpreendente me deixou bem animada e ansiosa pela sua continuação, e a boa notícia é que eu não terei que esperar muito para saber o que acontece já que o segundo livro chamado Estudo Independente será lançado ainda esse mês.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com