Image Map

07 agosto 2012

Resenha: A culpa é das estrelas


Livro: A culpa é das estrelas
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Sinopse:
"Em A Culpa é das Estrelas, Hazel é uma paciente terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas."

Para mim é muito difícil explicar em palavras o que eu senti ao ler esse livro, porém irei tentar transmitir pelo menos um pouco do quanto ele é maravilhoso nessa resenha.
"A culpa é das estrelas" é narrado em primeira pessoa por Hazel Grace uma jovem de 16 anos que foi diagnosticada com câncer terminal na tireoide aos 13 anos.
O maior companheiro de Halzel é um cilindro de oxigênio que para sobreviver ela é obrigada a carregar consigo em um carrinho de rodinhas.
Ao contrário do que se possa pensar, ela não é uma menina dramática que vive chorando e esperando o dia de sua morte.
Ela é forte, inteligente e divertida ao ponto de ser capaz de transformar qualquer momento difícil em algo engraçado com as suas tiradas inteligentes e o seu bom humor.


"Ia ao Grupo de Apoio pelo mesmo motivo que uma vez deixei enfermeiras com um ano e meio de faculdade me envenenarem com substâncias químicas de nomes exóticos: queria fazer meus pais felizes. Só tem uma coisa pior nesse mundo do que bater as botas aos dezesseis anos por conta de um câncer: ter um filho que bate as botas  por causa de um câncer."


A vida de Halzel se resumia a idas ao hospital verificar o estado da sua doença, raras saídas com algumas amigas que lhe restaram da época em que frequentava a escola e a visita constante a um grupo de apoio a pessoas com câncer. 
Porém tudo começa a mudar quando nesse grupo ela conhece Augustus Waters um garoto que também é um sobrevivente do câncer e por conta dele necessita da ajuda de uma perna mecânica para andar.


"Augustus Waters dirigia muito mal. Tanto na freada quanto na arrancada, dava sempre um TRANCO enorme. Eu voava de encontro ao cinto de segurança da caminhonete Toyota toda vez que ele freava, e meu pescoço chicoteava para trás quando pé ia para o acelerador. Eu deveria estar nervosa - sentada no carro de um estranho, indo para a casa dele, perfeitamente ciente do fato que meus pulmões de araque iriam dificultar quaisquer esforços para evitar avanços indesejados -, mais ele dirigia tão mal que não conseguia pensar em outra coisa."


Halzel e Gus são personagens encantadores que são capazes de prender qualquer leitor não somente com o seu lindo e emocionante romance como também com a maneira forte e bem humorada com que eles enfrentam a doença, além da inegável paixão por livros que os dois possuem.
É muito bom encontrar em um livro personagens que te fazem rir, chorar, se emocionar e no fim te deixam várias lições de vida que você jamais irá esquecer.


“As pessoas falam da coragem dos pacientes do câncer, e eu não nego. Por vários anos fui cutucada, cortada envenenada e segui em frente. Mas não se enganem: naquele momento, eu teria ficado muito, muito feliz mesmo em morrer.”


Nunca tinha lido nada do John Green e por isso antes de ler esse livro estava com um pouco de receio do que iria encontrar pela frente.
Quando um livro é tão comentando e tão amado pela maioria dos leitores, só existem duas opções: ou você vai amar também ou você vai odiar o livro.
Eu sou da turma dos que amaram e tenho absoluta certeza que de tudo que li ficará marcado em minha memória por muito tempo.
___________________________

 

5 comentários:

  1. Já tinha visto muitas pessoas comentando e até a própria editora falando nas redes sociais e já acho que a história vai tirar o meu folego quando for ler. O mais bacana dessas histórias é a mensagem que ela deixa para as pessoas e principalmente para os que estão passando pelo mesmo problema, a de não desistir e se deixar levar por um problema sem antes lutar.

    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  2. Curiosa para ler e ao mesmo tempo receosa para não me decepcionar... XD

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é maravilhoso, a história é comovente, mas vc consegue dar boas risadas!
    A Hazel é sensacional mesmo, eu me apaixonei por ela e pelo Augustus tbém.
    Ótima resenha, parabéns.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Estou querendo ler esse livro. Mas já tenho que me preparar para a choradeira.
    Beijinhos!

    Camila.
    loucuradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Não tenho palavras pra descrever o quanto esse livro mexeu comigo...a história é linda e os personagens são demais...........
    Adorei a narrativa do John Green e a construção dos personagens foi muito inteligente.....poderia ficar horas aqui digitando sobre esse livro.......

    ResponderExcluir

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com