Image Map

27 outubro 2015

[Resenha] O Conde Enfeitiçado

1 comentários
Livro: O Conde Enfeitiçado
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro

Compre com desconto: http://oferta.vc/mA@k

Sinopse:

"Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton. Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele. Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos – a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.
"


Sempre gostei de um bom romance histórico, e assim que surgiu a oportunidade de ler O Duque e Eu, me apaixonei pela escrita de Julia Quinn e pela família Bridgertons.
Em cada livro da série temos como protagonista um dos irmãos da família, e neste sexto volume chegou à vez de Francesca Bridgerton contar a sua história.
Francesca foi a personagem que menos apareceu nos livros anteriores da série e por isso eu estava bem curiosa para conhecer a sua história.
Casada há dois anos com John Stirling, Conde de Kilmartin, ela leva uma vida tranquila ao lado do marido até o dia em que ele morre subitamente após sentir uma forte dor de cabeça, deixando Francesca desolada.
Para superar esse momento difícil, Francesca pretende contar com o apoio de seu melhor amigo e primo de John, Michael Stirling, sem imaginar que ele é apaixonado por ela desde o dia em que a conheceu.

"Pois a Companhia de Francesca era a única coisa que poderia ter. Jamais haveria um beijo, um olhar ou um toque íntimo. Jamais haveria palavras de amor sussurradas ou gemidos de paixão."

Apesar de agora ter o caminho livre para conquistá-la, após a morte do primo, Michael acredita que ficar com Francesas é algo impossível e desrespeitoso e estar ao seu lado neste momento se torna algo ainda mais doloroso. 
Para fugir desse sentimento ele então prefere se afastar e foge para a Índia.
Aos poucos e somente após uma passagem de vários anos na história é que os dois finalmente se reaproximam e o romance começa a se desenvolver. 
Esta é uma das coisas características que eu adoro nos romances da autora, pois ela sempre sabe dar o tempo exato das coisas acontecerem e apesar de previsíveis os romances não são precipitados. 

"Mas agora, de repente... Ela olhara para ele e vira algo completamente novo. Vira um homem. E aquilo a assustara terrivelmente." 

Infelizmente dentre todos os livros da série que foram publicados até agora no Brasil, esse foi o que menos gostei e a história apesar de muito bem escrita e desenvolvida, não me emocionou como eu imaginei que emocionaria.
Senti falta da alegria e do bom-humor tão característico da família Bridgertons que sempre esteve presente durante as cenas divertidas que recheavam os livros protagonizados pelos outros membros da família.
Em O Conde Enfeitiçado, o clima é mais dramático e introspectivo refletindo a personalidade da protagonista que é bem diferente de seus irmãos.
A narrativa segue em terceira pessoa, bem rápida, com algumas cenas mas quentes e focando nos conflitos sentimentais dos protagonistas. 
Mesmo não sendo o meu livro favorito da autora, não posso deixar de indicar para quem está em busca de uma leitura leve e fluida. 
Nas páginas finais a autora fez questão de deixar uma nota muito bacana aos leitores, onde explica a sua base para criar alguns fatos importantes existentes na história. 

23 outubro 2015

IMPALA lança coleção cromada para o verão 2016

0


Inspirada na sintonia entre a arquitetura urbana e a moda, a marca de esmaltes IMPALA acaba de lançar novas cores com acabamento cromado, que prometem fazer muito sucesso entre as mulheres modernas, que adoram ousar na escolha de cores para pintar as unhas. 
Intitulada Glamour, a mini coleção em edição especial, apresenta três cores com máxima cobertura: prata, dourado e bronze rosé. 
Os tons são apontados como forte tendência da estação, e a grande aposta para produção de nail-arts com geometrias irregulares e vazadas cheias de estilo e criatividade. A mine coleção traz também o pincel flat com design italiano e formato achatado, que facilita a aplicação e permite cobertura uniforme, sem marcas.



Esmalte Impala Cromo Golden: elegância, glamour e poder são características do dourado nessa coleção.

Esmalte Impala Cromo Rosé: o tom bronze rosé é chique e confere charme ao visual.

Esmalte Impala Cromo Silver: prata combina com tudo e é um coringa em qualquer look.  


Data de Lançamento: Novembro
Preço sugerido: R$ 3,90.  

14 outubro 2015

Anunciada a terceira edição do Concurso Hydra de Literatura Fantástica Brasileira

0


A revista norte-americana Orson Scott Card’s Intergalactic Medicine Show (IGMS) e os websites brasileiros A Bandeira do Elefante e da Arara e Universo Insônia se uniram mais uma vez para levar o melhor da ficção especulativa brasileira para os leitores de língua inglesa do mundo inteiro, através da terceira edição do Concurso Hydra de Literatura Fantástica Brasileira.

Um painel de juízes brasileiros selecionará três finalistas entre os contos de literatura fantástica publicados no Brasil em 2013 e 2014. Orson Scott Card, um dos autores mais vendidos do mundo da ficção especulativa e Edmund R. Schubert, editor da IGMS, vão escolher o vencedor entre os finalistas. Os três finalistas terão seus contos traduzidos para o inglês e o vencedor receberá publicação remunerada na revista Intergalactic Medicine Show. 

O regulamento do concurso está disponível no endereço: http://universoinsonia.com.br/hydra3.

12 outubro 2015

Crianças comentam o Fashion Week

0

O portal de moda Stylight fez um vídeo super bem-humorado trazendo uma retrospectiva dos maiores eventos de moda internacionais e para isso crianças de 9 a 12 anos foram convidadas para comentar os looks mais excêntricos das Fashion Weeks. 
Como hoje é dia das crianças, nada mais justo do que compartilhar um vídeo fofo protagonizado por elas aqui no blog, não é mesmo?


Que na vida nunca se perca a nossa essência de criança, a honestidade, simplicidade e alegria de viver.

08 outubro 2015

[Resenha] Tocando as Estrelas

0
Livro: Tocando as Estrelas
Autora: Rebecca Serle
Editora: Novo Conceito

Compre com desconto: http://oferta.vc/lIBc

Sinopse:

"Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua vida muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas da sua cidade natal por um set de filmagem no Havaí e agora está conhecendo melhor um dos homens mais sexies do planeta segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triângulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte."

Este é um daqueles livros que chamou a minha atenção logo de cara por sua sinopse que é bem parecida com um enredo daqueles filmes adolescentes que são uma delicia.
Paige Townsen é uma garota de 17 anos que desde pequena sonha em ser atriz e sempre que pode participa de testes e audições para pequenas peças de teatro.
Quando seus melhores amigos Cassandra e Jake descobrem que terá uma audição para escolher a protagonista de um grande filme, não perdem a oportunidade de incentivá-la a participar e mesmo acreditando que não tem a minima chance de ser escolhida ela resolve arriscar e tentar a vaga. 
O filme em questão se chama Locked e é a adaptação de uma trilogia literária de sucesso que tem enlouquecido jovens do mundo inteiro.

“Eu sei que não tenho chance nenhuma. Reconheço que a probabilidade de conseguir um papel como essa é quase nula, mas isso acontece todas as vezes que vou tentar alguma coisa do tipo. Estou me sentindo um pouco...esperançosa. Como se esta fosse a vez em que tudo mudaria. Como se depois deste fim de semana, tudo pudesse ser diferente.”

Mesmo sem nunca ter lido os livros da série, Paige acaba ganhando facilmente o papel, sendo contratada para filmar durante meses em um set de filmagem especialmente montado na ilha de Maui no Havaí.
Além desse cenário incrível e paradisíaco, ela ainda descobre que fará par romântico com Rainer Devon, um dos galãs mais cobiçados do momento.
Rainer além de lindo é um cara incrível que rapidamente se torna um amigo muito mais que especial em sua vida.
Mas nem por isso tudo são flores e para tornar as coisas ainda mais confusas e intensas, quando Paige menos espera, o badboy Jordan Welder chega na ilha para formar o triângulo amoroso de Locked e confundir sua cabeça e mexer com seus sentimentos dentro de fora do set de filmagem.

“Caminho para o set de filmagens repetindo as mesmas palavras que entoo mentalmente todos os dias. Eles escolheram você. Você vai conseguir. Esse é o seu lugar.”

A narrativa é construída em primeira pessoa e a escrita de Rebecca Serle é bem rápida e fluida, porém infelizmente o livro não me conquistou como eu acreditei que conquistaria. Senti que a autora se perdeu em algumas partes da história e enrolou bastante em outras. 
A protagonista se mostrou alguém que eu não consegui me identificar e torcer durante a leitura, uma menina que mudou as suas atitudes e princípios drasticamente no final do livro sem ter um motivo concreto e crível para isto. 
Pelo que andei pesquisando Tocando as Estrelas é o primeiro livro de uma trilogia e sua continuação ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.
Mesmo não tendo gostado muito da história arriscaria sim ler a sua continuação para quem sabe finalmente tentar entender algumas coisas que a autora deixou sem explicação neste primeiro livro.


07 outubro 2015

Outubro Rosa

1 comentários

Durante este mês de Outubro você com certeza verá muito a cor rosa por ai.
Saiba que isso não é nada relacionado a moda e nem a publicidade, o overdose de rosa na verdade se trata de uma campanha muito importante de conscientização contra o câncer de mama.


Sobre a campanha:

O movimento Outubro Rosa começou nos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama e a ação acabou ganhando o mundo.


Outubro Rosa no Brasil:


Aqui no Brasil, essa campanha passou a ser incentivada em São Paulo, no ano de 2002, através da iluminação do Obelisco do Ibirapuera com a cor rosa. Alguns anos depois, muitas entidades que também se mobilizavam na causa também passaram a iluminar e enfeitar prédios e monumentos locais. Um dos monumentos mais famosos do mundo, o Cristo Redentor, também passou a ser anualmente iluminado de Rosa nestes atos.


Prevenção e combate ao câncer de mama:

Talvez muitas mulheres ainda não saibam, mas existe uma Lei Federal 11.664/2008, que assegura a todas as mulheres a partir dos 40 anos em território nacional o direito de total assistência médica relativas à prevenção, detecção, tratamento e controle de cânceres mamários e também de colo uterino, através do Sistema Único de Saúde (SUS).
Além do exame específico para esta finalidade, a mamografia, é muito importante também fazer o auto-exame, um método simples o e eficiente de detecção da doença. 

Em 95% dos casos há a possibilidade de cura do câncer de mama caso ele seja detectado a tempo. De acordo sugestão do Ministério da Saúde, recomenda-se realizar o auto-exame nas mamas pelo menos uma semana após a menstruação para mulheres a partir dos 20 anos, ou sempre no início de cada mês no caso das mulheres a partir de 40 anos e/ou que já passaram o período da menopausa.

01 outubro 2015

[Resenha] Black para Sempre

0
Livro: Black para Sempre
Autora: Sandi Lynn
Editora: Valentina

Compre com desconto: http://oferta.vc/leHF

Sinopse:

"O primeiro livro gira em torno de Ellery, que sempre imaginou que seu futuro estaria ao lado de seu namorado perfeito e seus felizes para sempre estava garantido. Entretanto, quando ele faz suas malas e pede espaço, ela vê seu mundo ruir e decide focar somente em suas pinturas e desistir de relacionamentos, até que em uma noite ajuda um homem completamente bêbado a chegar a sua casa em segurança. Um homem que logo estará disposto a brigar por um futuro ao lado de Ellery e apoiá-la quando seu mundo estilhaçar novamente."


Este livro deu o que falar mesmo antes de seu lançamento oficial.
Polêmicas sobre a escolha da capa nacional a parte, sempre ouvi falar muito sobre a trilogia Forever de Sandi Lynn e estava bem curiosa por sua leitura.
Ellery é uma pintora que acabou de ser abandonada pelo namorado e após receber o incentivo de sua melhor amiga decidi ir afogar as mágoas em uma boate, onde conhece o famoso e irresistível Connor Black.
Após se envolver em uma briga, Connor é colocado para fora do local completamente bêbado e sem ter condições de dirigir. Ao ver a cena de longe, Ellery fica preocupada e resolve bancar a boa samaritana levando Connor para casa, iniciando a partir daí a história dos dois.

"Entrei debaixo do jato de água quente e deixei que envolvesse meu corpo. Não conseguia parar de lembrar como Connor fora carinhoso e meigo comigo. Eu revelara meu maior segredo a ele, e agora começava a me arrepender. Não devia ter lhe mostrado esse lado meu; era muito perigoso." 

Connor é o típico cara que foge de qualquer compromisso e relacionamento sério e estabelece regras rígidas até mesmo para as suas conquistas e ficadas. Já Ellery é uma mulher forte e decidida, porém que ainda se encontra perdida e desconfiada de tudo e todos por conta dos últimos acontecimentos de sua vida.
Apesar de a trama trazer aquele velho clichê do milionário CEO de uma grande empresa que se envolve com uma mulher que esconde um grande segredo, a escrita de Sandi Lynn é bem envolvendo e fluida, e o relacionamento entre Connor e Elle que começa com uma amizade aos poucos vai conquistando o leitor.

"Ele olhou para mim com um olhar estranho em seu rosto, e fez algo que eu nunca pensei que Connor Black faria. Ele deitou ao meu lado e olhou para o céu. Olhei para ele, enquanto ele lutava para manter seus olhos abertos, com a chuva atirando em seu rosto, um pequeno sorriso cruzou meus lábios. – Por que você está fazendo isso? – Ele perguntou, se virando e olhando para mim. – Porque eu posso deitar aqui e ninguém vai saber que eu estou chorando."

Já li e ouvi por ai muitas comparações entre esta trilogia com 50 Tons de Cinza, mas como nunca li os livros de E.L James não posso opinar a esse respeito. A única coisa que posso dizer é que em Black para Sempre as cenas de sexo presentes na história não são muito fortes e nem em excesso e o sadomasoquismo em nenhum momento está presente durante a narrativa. 
Gostei muito da forma com que a autora construiu os personagens e desenvolveu toda a história, apesar de ter sentido falta de um algo a mais e não ter me emocionado tanto quanto deveria quando finalmente o segredo de Ellery foi revelado.
Acho que faltou um diferencial, algumas situações que me surpreendessem completamente e que fizessem a história ganhar o meu coração.
O segundo livro da trilogia, que trás essa mesma história sob o ponto de vista de Connor Black, ganhou o titulo nacional de “Você para Sempre” e acabou de ser lançado aqui no Brasil e a Valentina anunciou recentemente que o terceiro e último livro será lançado no início de 2016.

 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com