Image Map

30 março 2015

[Resenha] Fingindo

0
Livro: Fingindo
Autora: Cora Carmack 
Editora: Novo Conceito

Compre com desconto: 
http://oferta.vc/70Ph

Sinopse:
"Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam... E eles nem sonham que a filha vive assim.

Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado.
Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida.
Um faz de conta com data marcada para terminar... E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você."


Este é um daqueles livros que a principio você não dá nada por ele, mas que no decorrer da leitura ele acaba te surpreendendo bastante.
Se você leu Perdendo-Me, primeiro livro desta trilogia que foi lançado pela Novo Conceito no ano passado, com certeza deve se lembrar de Cade Winston, um rapaz que apesar de não ter sido um dos protagonistas da história ganhou o seu destaque como o melhor amigo que sempre foi apaixonado pela protagonista Bliss.
Meses após levar um pé na bunda de Bliss e vê-la se apaixonando por um charmoso inglês, ele está disposto a tudo para finalmente superar essa paixão e seguir em frente, quando uma garota de cabelo vermelho cruza o seu caminho em uma cafeteria e pede que ele finja ser o seu namorado na frente dos pais dela.
Max é uma musicista descolada, que além de ser vocalista de uma banda de rock, trabalha todas as noites em um bar e tem o corpo repleto de tatuagens e pircings. Uma garota completamente diferente do que seus pais conservadores acreditam que ela seja.

"Nunca tinha saído com uma garota como ela, e provavelmente ela nunca saiu com um cara como eu. Mas às vezes você não sabe o que está buscando até que é golpeado em cheio nas costas."

Como ator, Cade decide aceitar esse estranho pedido e também aproveita a chance para solicitar como pagamento um encontro de verdade com Max, já que a garota apesar de não fazer o seu tipo chamou bastante a sua atenção.
Os dois têm estilos de vida completamente opostos e parecem pertencer a mundos diferentes, mas é claro que isso não impede que uma forte atração surja entre eles.
Com muito bom humor, romantismo e um pouco de mistério e drama, a história entre eles vai se desenvolvendo de uma forma cativante e envolvente.
Além da história de amor entre os personagens o livro também aborda questões familiares muito comuns no cotidiano de várias famílias e fala sobre perda e superação de uma forma muito bonita. 

"Viver é difícil. E todos os dias os nossos ombros pesam mais e nós acumulamos mais bagagem. Assim, paramos e respiramos fundo, fechamos os olhos, apagamos a mente. É natural. Desde que você abra os olhos e siga em frente."

Max apesar de um pouco insegura em alguns momentos, é uma personagem bem forte e decidida e não é cheia de mimimi e lamentações.  
Já Cade é mais um que entra para a lista dos mocinhos apaixonantes que ganham facilmente o nosso coração.
Fingindo é narrado em primeira pessoa por ambos e possui capítulos intercalando as visões de Cade e Max, o que o torna mais interessante que o primeiro, já que por alguns momentos foi um pouco irritante termos somente a narrativa de Bliss em Perdendo-me.
As histórias se completam, porém se você não leu o primeiro livro pode ler esse sem problema nenhum, já que se trata de histórias e protagonistas diferentes.
Li suas 336 páginas em apenas um dia e agora posso dizer que Cora Carmak me conquistou de vez e que estou bem ansiosa para ler o seu próximo livro. 

24 março 2015

Diário da Seleção

4
Livro: Diário da Seleção
Autora: Baseado na série de Kiera Cass
Editora: Seguinte

Compre com desconto: 
http://oferta.vc/6ZB_

Sinopse:
"Baseado na série de maior sucesso da Seguinte, este diário traz uma atividade para cada dia do ano. Com design especial, o Diário propõe que as fãs reflitam sobre o universo da série, escrevam sobre si mesmas, imaginem o que fariam caso fossem rainhas, criem desenhos, elaborem listas... e depois compartilhem tudo com as amigas! A partir de uma iniciativa inédita da editora, em outubro as leitoras brasileiras da Kiera Cass terão acesso a um diário oficial da série, o presente perfeito de final de ano."


Seguindo a onda dos livros interativos e divertidos, a editora Seguinte resolveu lançar o Diário da Seleção. 
Um livro super fofo que todos os fãs da série irão adorar ter em sua coleção.
O livro que assim como o nome mesmo já diz é uma espécie de diário que faz com o que você entre dentro do universo da série, relembrando momentos marcantes da história, destacando os seus personagens preferidos e soltando a criatividade para completar 366 atividades pra lá de criativas. 
Em meio a desenhos, atividades de completar, listas e playlists temos até mesmo a receita da famosa torta de morango que conquistou América e sua irmã May.
Eu gostei bastante da proposta do livro e me diverti bastante completando suas páginas, me senti de volta aos meus 14/15 anos, uma época em que eu adorava ter diários e fazer listas para tudo.


Vale lembrar que o livro foi feito para quem é fã da série e já leu todos os livros publicados (A Seleção, A Elite e A Escolha), pois se você ainda não leu algum deles irá encontrar muitos spoilers pelo caminho.
Depois de tê-lo em mãos não se esqueçam de fotografar as suas artes e compartilhar nas redes sociais com a hashtag #diariodaselecao.


20 março 2015

Como seria se os personagens da Disney no instagram?

0

Abusando da criatividade e do bom humor, a ilustradora italiana Simona Bonafini resolveu criar uma série intitulada Selfie Fables (selfies das fábulas) para mostrar como seria o perfil no Instagram de alguns dos personagens mais famosos da Disney. Além de desenhos incríveis, ela fez questão de incluir nas imagens legendas e hashtags pra lá de engraçadas.

Vejam só...



Para conferir um pouco mais desse trabalho maravilhoso é só clicar aqui.

19 março 2015

[Resenha] Simples Perfeição

0
Livro: Simples Perfeição
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro

Compre com desconto: http://oferta.vc/6PbM

*Confira a resenha de Estranha Perfeição


Sinopse:
"Você abriria mão da sua felicidade pelo amor da sua vida?Woods teve sua vida traçada desde o berço. Cuidar dos negócios da família, casar com a mulher que os pais escolheram, fingir que riqueza e privilégios eram tudo de que ele necessitava. Então a doce e sensual Della apareceu e conquistou seu coração, abrindo seus olhos para um novo futuro. A vida do casal seguia para um final feliz, até acontecer um imprevisto: a morte do pai de Woods. Da noite para o dia, o rapaz herda o império Kerrington e, embora sempre tenha almejado essa posição, precisará de toda ajuda possível para provar que está à altura de tanta responsabilidade. Della está determinada a ser o apoio de que Woods necessita, mas os fantasmas do passado ainda estão presentes e mais intensos do que nunca. Pressionada pela ex-noiva e pela mãe de Woods, ela toma a decisão mais difícil de sua vida: abdicar da própria felicidade pelo homem que ama. Mas os dois terão a força necessária para seguir em frente um sem o outro?"


Simples Perfeição é o quinto livro da Abbi Glines que li e tenho que assumir que os seus livros ainda me causam sentimentos bem controversos, e talvez seja por este motivo que não consiga deixar de lê-los.
Nesse segundo livro da duologia Perfeição o foco é o desfecho da conturbada história de amor de Woods e Della e tudo continua exatamente de onde Estranha Perfeição parou.
Como acompanhamos no primeiro livro, Della têm um passado repleto de dor e sofrimento do qual não consegue se esquecer e agora finalmente chegou a hora dela enfrentar e superar todos os seus traumas para que possa começar a construir um futuro ao lado do homem que ama sem questionamentos e medos.
Essa fase também não será nada fácil para Woods, já que ele está acostumado a tratá-la como se a mantivesse em uma redoma de vidro, protegida de tudo e todos.  

“Eu não era perfeita. Eu havia sido prejudicada, mas era uma sobrevivente. tinha isso de que me orgulhar.”

Woods mesmo com todo o seu excesso de cuidado continua encantador, amadurecendo muito ao longo da história.
Já Della me irritou um pouco com suas inseguranças que apesar de serem totalmente compreensíveis por algumas vezes se tornaram um pouco cansativas para o leitor.
As cenas quentes continuam a todo vapor e a autora prova mais uma vez, que de cenas apimentadas ela entende muito bem.
Assim como nos outros livros da autora, os personagens secundários são presenças constantes e fundamentes para a história. Aliais, alguns deles finalmente ganham  o seu merecido destaque, como aconteceu com Tripp, que até então era um completo mistério e em Simples Perfeição nos mostra alguns dos motivos que o levaram a fugir de sua família indo para bem longe da praia de Rosemary.

"Uma semana antes, eu havia me afastado da vida deles sem um pingo de remorso. Foi fácil deixar tudo para trás. Meu foco era outro desde que Della Sloane entrara na minha vida e mudara tudo. Ela havia se tornado meu vício."

A narrativa intercala os pontos de vista entre Della e Woods nos dando ampla visão da história e nós aproximando bastante dos sentimentos dos dois personagens.
Apesar de ter algumas passagens um pouco mais monótonas, gostei do desfecho dado para a história do casal e me surpreendi bastante com um acontecimento bem forte e inesperado envolvendo dois personagens secundários que foram muito importantes no desenvolvimento da série Rosemary Beach. 
O próximo livro da série trás o inicio de uma nova duologia, dessa vez protagonizada por Grant, um garoto que conhecemos desde as primeiras páginas de Amor sem Limites e aprendemos a amar. O livro intitulado A Primeira Chance já teve a sua capa divulgada e será um dos próximos lançamentos da editora Arqueiro.  

17 março 2015

Batom roxo: você usa?

1 comentários
Quando o assunto é batom sempre se fala em vermelho, rosa e até o nude e as cores mais fortes e chamativas ficam de fora da lista.
Porém já a algum tempo o roxo tem ganhado espaço e aparecido cada dia mais em variados estilos de maquiagem.


Usado por celebridades como Lorde, Katy Perry e a atriz brasileira Isis Valverde, o roxo fica bom em todos os tipos de pele sendo necessário somente ter cuidado na hora de escolher a sua tonalidade que pode ir do lilás até o bordo.
Os tons mais claros, puxados para o Lilás costumam ser indicados para as mais morenas e causam polêmica e opiniões controversas quando usados pelas branquinhas. 
Já os tons mais escuros são facilmente aceitos e utilizados frequentemente por mulheres dos mais variados tons de pele. 

E você, o que acha dessa cor de batom? Usa ou não?


12 março 2015

[Resenha] Cartas de Amor aos Mortos

0
Livro: Cartas de Amor aos Mortos
Autora: Ava Dellaira
Editora: Seguinte

Compre com desconto: http://oferta.vc/6IfX

Sinopse:

"Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho."

Esse é mais um daqueles livros que chamam logo a atenção por ter uma capa maravilhosa e um título instigante.
Em Cartas de Amor aos Mortos vamos descobrir como um simples trabalho de escola pode fazer uma grande diferença na vida de uma pessoa.
Laurel sempre foi uma jovem sonhadora e cheia de vida, porém desde a morte de sua irmã mais velha May perdeu a alegria e a vontade de viver.
Tentando fugir de sua dor ela muda de escola e se afasta dos amigos, passando a levar uma vida solitária e dividindo os seus dias entre a casa do pai e da tia.
Em seu primeiro dia da aula no ensino médio, sua professora passa uma simples lição de casa, ela deve escrever uma carta para alguém que morreu.
Ao escrever sua primeira carta para o ídolo de sua irmã, Kurt Cobain, ela descobre uma forma de desabafar e a partir daí então começa a escrever cartas diariamente para vários astros que já faleceram contando o seu dia a dia e relembrando o passado.

“Talvez ao contar histórias, por pior que sejam, não deixemos de pertencer a elas. Elas se tornam nossas. E talvez amadurecer signifique que você não precisa ser personagem seguindo um roteiro. É saber que você pode ser a autora.”

Os capítulos são compostos pelas cartas escritas por Laurel e através delas a personagem vai descobrindo uma forma de lidar com os fantasmas de seu passado e superar a dor da perda de May.
Com uma narrativa um tanto quanto poética, a história tem um ritmo mais lento no inicio, porém logo engrena, conquistando e prendendo o leitor.
Misturando drama, romance e mistério, o livro nós ensina que para enfrentar todos os obstáculos que surgem em nossa vida precisamos encará-los de frente e por mais dolorosos que eles sejam nos fazem amadurecer e trazem sempre algum aprendizado.

“Você pode achar que quer ser salva por outra pessoa, ou que quer muito salvar alguém. Mas ninguém pode salvar ninguém, não de verdade. Não de si mesmo. Você pega no sono no pé da montanha, e o lobo desce. E você espera ser acordada por alguém. Ou espera que alguém o espante. Ou atire nele. Mas, quando você se dá conta de que o lobo está dentro de você, é quando entende. Não pode fugir dele.”

Com personagens reais, Ava Dellaira expõe dramas comuns entre os jovens, como o uso abusivo do álcool e das drogas.
Ela nos mostra que para escrever um bom livro, nem sempre é necessário criar histórias mirabolantes e que tragam grandes reviravoltas em seu decorrer.
Através de sua sutileza e simplicidade o livro me encantou e emocionou bastante, me deixando bem curiosa para ver como ficará a sua adaptação para o cinema.
Este é apenas o primeiro livro escrito pela autora e estou na torcida para que em breve ela lance outros, pois gostei muito da sua escrita. 
Com uma história bonita e envolvente é uma leitura que vale muito a pena, mesmo para aqueles que não gostam de livros com um conteúdo mais dramáticos e reflexivos. 

11 março 2015

Semana de Moda de Paris x Semana de Moda de NY

2


A plataforma de moda Stylight Brasil fez essa semana um material bem-humorado comparando a Semana de Moda de New York com a Semana de Moda de Paris. O infográfico foi inspirado no livro Paris vs New York do Vahram Muratyan que foi resenhado aqui no blog na época de seu lançamento e trás ilustrações bem semelhantes as que constam no livro.
Nas imagens podemos perceber o quanto os dois eventos de moda mais famosos do mundo podem ser diferentes.


E ai, qual delas combina mais com você?

03 março 2015

Fotógrafa recria imagens do tapete vermelho com modelos infantis

3
Olha só que fofura!
A fotógrafa americana Tricia Messeroux tem ficado cada vez mais famosa após ter tido a ideia de recriar com modelos infantis as fotos mais marcantes das estrelas de Hollywood no red carpet das maiores premiações do país.
O projeto começou em 2008 e continua com força total, vejam só...


A série de fotos ganhou o nome de ToddleWood e,eventualmente, Tricia também faz releituras de campanhas publicitárias de sucesso e de capas de revistas e a fotógrafa afirmou que só escolhe crianças que tenham semelhanças com os famosos retratados para que o trabalho fique o mais real possível. 

Esse projeto é ou não é uma fofura?
 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com