Image Map

30 outubro 2013

[Resenha] O Visconde que me amava

1 comentários
Livro: O Visconde Que Me Amava
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro

Sinopse:
"A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele."

 


Este é mais um romance histórico que eu estava louca pra ler desde o seu lançamento.
O Visconde Que Me Amava é o segundo livro da série Os Bridgertons, uma série composta por oito livros onde cada um deles nos relata a história de um dos irmãos da família. 
Depois de acompanhar Daphne em O Duque e Eu agora chegou a vez de Anthony o irmão mais velho dos Bridgertons entrar em cena.
Anthony sempre foi conhecido como um libertino por se envolver com várias mulheres diferentes e adorar sair a noite para beber e curtir a vida.
Porém ele decide que chegou a hora de se acomodar e encontrar uma esposa e ter um filho que possa dar continuidade ao nome da família.

"Então, foi até o aposento em que o corpo de Edmundo se encontrava e olhou para ele demoradamente. Fitou-o durante horas, quase sem piscar.
E, ao deixar o pai, saiu com uma nova visão da vida e uma nova consciência sobre a própria mortalidade.
Edmundo Bridgerton falou aos 38 anos. E Anthony simplesmente não podia imaginar-se superando o pai de forma alguma, nem mesmo em idade."

Como o filho mais velho, Anthony foi o que mais conviveu com o seu pai e também o que mais teve consciência de todo o sofrimento que a mãe viveu ao perder o grande amor de sua vida precocemente. 
Por conta disso e por acreditar que terá o mesmo destino do pai ele decide que não se casará por amor, para evitar que sua esposa sofra com a sua morte quando ela finalmente chegar. 
Ao procurar uma jovem bonita, inteligente e sedutora ele conhece Edwina Sheffield, uma das jovens mais cobiçadas do momento.
Porém para se casar com Edwina ele terá que convencer primeiro a sua irmã mais velha Kate, já que a jovem anunciou que só irá se casar com alguém que a irmã aprove.  
Kate também está a procura de um marido, porém como não tem a beleza da irmã acredita que dificilmente irá achar alguém disposto a cortejá-la, então dedica o seu tempo protegendo a irmã dos pretendentes libertinos.

"- As mulheres não deveriam ter bichinhos de estimação se não conseguem controlá-los.
- E os homens não deveriam levar as mulheres com bichinhos de estimação para uma volta no parque se não podem controlar nenhum deles - retrucou ela.
Anthony sentiu as pontas das orelhas esquentando com a raiva mal controlada.
- A senhorita é uma ameaça a sociedade."

É claro que a Lady Whistledown, a colunista social mais famosa da cidade também aparece nesse livro nos fazendo rir bastante de suas colunas recheadas de fofocas que aparecem no início de cada capítulo. 
A única coisa que senti falta foi de mais cenas com os outros membros da família, já que no primeiro livro eles apareceram bastante, nos dando pistas do que irá acontecer em suas histórias. 
A narrativa permanece em terceira pessoa e segue exatamente o mesmo estilo do primeiro livro da série, com direito a espiadinha no passado e no futuro dos protagonistas.  
Uma coisa interessante na história é que apesar da série ser dedicada aos Bridgertons, a narrativa dá ênfase à Kate, o que leva a crer que em toda a série, o destaque serão sempre dedicados as mulheres.
Com cenas divertidas e encantadoras, Julia Quinn nos presenteia com mais um romance leve daqueles que podemos ler durante um dia inteiro e não sentir as horas passarem.  
Agora eu só espero ansiosa por "Um Perfeito Cavalheiro", que tem previsão de lançamento para o começo do ano que vem.
E apesar de seguirem uma ordem cronológica e de fazerem parte de uma série vale a pena lembrar que os livros podem serem lidos separadamente, então se você não leu "O Duque e Eu" pode ler "O Visconde que Me Amava" sem problema algum. 


 

28 outubro 2013

Esmalte da Semana - Anil Vinil

3
Na semana passada perguntei para vocês qual esmalte deveria usar e atendendo os pedidos da maioria ai vai...


O Anil Vinil da Beauty Color é um azul metalizado muito lindo e diferente.

Ele é fácil de aplicar e seca bem rápido também, só achei a textura dele um pouco rala e por isso foi necessário duas (quase três) camadas bem generosas de esmalte para poder cobrir perfeitamente as unhas.

Beijos e uma ótima semana para todas :)

25 outubro 2013

Inspirações: Delineadores Coloridos

1 comentários

Para ter uma make diferente, colorida e alegre não é preciso muito, basta utilizar um delineador colorido e abusar do rímel preto que você estará pronta para arrasar.
A dica para usar de maneira correta um delineador colorido é deixar a atenção da maquiagem voltada exclusivamente para os olhos e deixar todo o resto do rosto bem discreto.
Ai vão algumas inspirações...



22 outubro 2013

[Resenha] Três é Demais

3
Livro: Três é Demais
Autora: Ali Cronin
Editora: Seguinte

Sinopse:
"Cass está entre as mais inteligentes da classe. Tem uma famíia carinhosa, amigos incríveis, um namorado lindo, um futuro brilhante pela frente. Sua vida é perfeita (ou pelo menos é o que parece). Seus amigos sempre deixaram claro que não aprovam seu namorado. Para piorar, seu melhor amigo se declara para ela - e Cass não sabe como dizer não sem machucá-lo. Na escola, ela está uma pilha de nervos desde que fez a entrevista para tentar uma vaga em Cambridge. Sua confiança vai por água abaixo quando ela tira uma nota C num trabalho de política do colégio. Pouco a pouco, a vida de conto de fadas de Cass vai desmoronando, e ela terá que se esforçar muito para administrar os "pequenos" percalços que vão surgindo pelo caminho e ao mesmo tempo resolver seus grandes dilemas."



Este é o terceiro livro da da série "Garota < 3 Garoto", uma série que conta as histórias e conflitos enfrentados por um grupo de adolescentes em seu último ano do colégio.
No primeiro livro tivemos como protagonista a Sarah, no segundo a Ashley e agora chegou a vez de Cass.
Cass namora Adam, um cara quatro anos mais velho do que ela e por causa do namoro está cada dia se distanciando mais de seus amigos.
Adam não gosta dos amigos de Cass e eles também o detestam o que torna essa situação ainda mais difícil.
Para completar o dilema, Jack, um dos amigos do grupo está apaixonado por ela a muito tempo e finalmente resolve se declarar.

"Eu me irritava quando meus amigos falavam sem parar sobre o quanto se divertiram quando eu não estava junto. Nunca era tão incrível assim quando eu estava, então, por que seria tão bom sem mim?"

Nos outros livros da série, Cass parecia ter a vida perfeita já que sempre tirou as notas mais altas da sala, é filha de um empresário rico e bem-sucedido e namora um super gato, porém apesar disso tudo sempre considerei ela a mais chatinha e mimada da turma.
Em “Três é Demais” pude ver o amadurecimento da personagem ao longo da história e isso mudou um pouco a minha opinião sobre ela.
O que de longe parece perfeito, de perto sempre pode surpreender e a história de Cass comprova isso. 

"Virei meu travesseiro e rolei de bruços para ver se uma mudança de posição me ajudaria a cair no sono. Pensei na carta de Cambridge na minha cabeceira, com a frase "Estamos felizes em oferecer-lhe uma vaga..." e o assustador AAA. 
Como um código a ser decifrado, era a minha chave para escapar de mamãe e de seu pânico sufocante em relação ao meu futuro, e da complicação com Jake, e era também a senha para conhecer pessoas que me entendiam."

A narrativa em primeira pessoa é fluida e bem agradável e apesar da série não ser uma das minhas preferidas sinto que a autora tem evoluído bastante no desenvolvimento das histórias e vem surpreendendo a cada novo livro.
Ali Cronin aborda a adolescência e os seus problemas de uma forma leve e descontraída sem se aprofundar muito nas questões citadas e mesmo assim transmite a sensação de realidade.
Mesmo que você não se identifique com o que esses jovens e os dilemas que estão vivendo, você sente que muitos ao seu redor passaram ou estão passando por situações bem semelhantes.
Para quem curte o gênero vale a pena a leitura e eu com certeza continuarei acompanhando os próximos livros da série para conhecer a fundo todos os personagens que já apareceram nesses três primeiros livros.


 

21 outubro 2013

Fofura do Dia: Chinelos Coloridos

5

Quando o assunto é calçado não há nada melhor e mais confortável do que usar um bom e clássico chinelo não é mesmo?
Com o verão chegando, muitas vezes o calor é tanto que não temos vontade de calçar outra coisa nos pés nem mesmo na hora sair de casa.
Mais quem disse que não podemos usá-los por ai?
É claro que não podemos usá-los em qualquer ocasião por ser muito informal, porém o uso do chinelo não precisa ser restrito apenas para dentro de casa. 


É cada dia maior a variedade de chinelos fofos, coloridos e charmosos para vender por ai e com tanta variedade assim existe até quem faça coleção deles.
A minha dica de hoje é você aproveitar essa onda, escolher vários modelos e abusar no uso do chinelo o máximo possível em diversas ocasiões desde uma simples ida a padaria até para ir a um churrasco com os amigos.


PS: Se alguém achar essas fofuras das princesas Disney para vender sem ser em modelo infantil por favor me avisem.

18 outubro 2013

[Resenha] De repente, o amor.

47
Livro: De repente, o amor.
Autora: Susan Fox
Editora: Única

Sinopse:
"Aos trinta e um anos, a sorte de Kat Fallon com os homens já se mostrou longe de ser algo positivo. Mas quando ela convida seu melhor amigo e vizinho Nav Bharani para ser seu par no casamento de sua irmã mais nova em Vancouver, ela não imagina que está para embarcar na maior surpresa de sua vida... Nav é apaixonada por Kat desde que ela se tornou sua vizinha, e quando ela diz para ele que adora viagens de trem, principalmente pela possibilidade de "conhecer" estranhos, Nav bola um plano para ganhar o coração de Kat. Em cada parada do trem durante a viagem ele aparecerá disfarçado como "um desconhecido sexy". Kat cai nesta brincadeira sensual, mas o que começa como uma simples diversão transforma-se em algo mais denso e Kat se vê em dúvida se permanece em suas fantasias sexuais de solteira ou investe no seu par perfeito. Sexy, divertido, intrigante... Susan Fox é um dos novos talentos da ficção erótica."

De repente, o amor foi o primeiro livro que recebi de parceria com a editora Única e como não tinha lido nada sobre ele anteriormente não tinha muitas expectativas antes de começar a sua leitura.
Nesse livro somos apresentados a Kat Fallon, uma mulher que tem o dedo podre para escolher os seus namorados e só se envolve com homens famosos, ricos e poderosos que no final sempre a decepcionam.
Quando sua irmã mais nova Marilee anuncia que irá se casar, ela entra em desespero só de pensar em ir ao casamento sozinha já que sua família sempre critica as suas escolhas e acreditam que ela não é capaz de ter um relacionamento sério e duradouro com nenhum homem.  
Ao desabafar sobre seu problema com Nav, o seu vizinho e melhor amigo a dois anos, ela tem a ideia de convidá-lo para ir ao casamento fingindo ser o seu namorado e ele aceita o convite na hora. 

"Agora, ali em pé, com seu corpo atraente e tentador nos braços, ele imaginava se havia alguma esperança para que um dia ela piscasse aqueles imensos olhos castanhos e percebesse que o homem por quem procurou a vida toda estava logo ali, na porta ao lado."

O que Kat não imagina é que o mulherengo Nav na verdade é completamente apaixonado por ela  e está disposto a conquistá-la a todo custo, já que se cansou de ser sempre o amiguinho bonzinho para o qual ela desabafa sobre os seus desastres amorosos. 
Já que a família de Kat mora em uma cidade distante e ela tem medo de viajar de avião ela decide fazer a viagem de trem até lá e combina de se encontrar com Nav somente no dia do casamento.
Mas é claro que ele não irá perder a chance de curtir essa viagem de trem junto com ela, não é mesmo?
Ainda mais quando ela conta que adora conhecer estranhos em viagens e ele pretende ser o estranho mais sexy que ela já viu.
 
"Será que ele caminharia de volta pelo corredor? Fingindo estudar a tela do meu computador, dei uma olhada por baixo dos cílios quando passou uma família barulhenta. O trem começou a andar e lá estava ele parando para me olhar, até que não pude mais fingir.
Ergui a cabeça e o encarei."

Foi a primeira vez que li um romance que fosse ambientado em um trem e confesso que gostei muito do tema.
A autora me surpreendeu logo de cara com uma história diferente dos eróticos que foram lançados ultimamente, já que em "De repente, o amor" os protagonistas não são um empresário e sua secretária e sim dois amigos que tem medo de se envolver e perder a maravilhosa relação de amizade e companheirismo que possuem.  

"O que ele estava pensando com o seu plano maluco? Mesmo que aparecesse de terno no trem, ele ainda seria Nav. Um homem três anos mais novo que ela, que estava apenas começando a sua carreira, que não tinha nada de deslumbrante. Ela lhe diria a mesma frase de sempre, que o via como um amigo e blá-blá-blá". 

Além das incríveis e muito quentes cenas de sexo, também temos passagens bem legais que nos permitem conhecer um pouco mais dos outros passageiros do trem, assim como suas histórias de vida e relacionamentos.  
A narrativa é dividida e os capítulos são alternados entre uma narrativa em 1ª pessoa de Kat e uma narrativa em 3ª pessoa nos contando a visão de Nav sobre a história.
Nunca tinha lido nada que alternasse os pontos de vista entre 1ª e 3ª pessoa e isso me causou um pouco de estranheza no início da leitura, mais logo me acostumei e achei essa proposta bem diferente e interessante.
O livro faz parte de uma série de 4 livros e cada um deles vai nos mostrar a história de uma das irmãs Fallon indo até o casamento de Marilee.
Apesar de fazerem parte de uma série é possível lê-los em uma ordem aleatória já que todas as histórias acontecessem praticamente ao mesmo tempo e aqui no Brasil os livros foram lançados em uma ordem diferente do lançamento original nos EUA.
Pretendo ler mais um livro da série em breve e espero gostar tanto quanto gostei desse. 

________________________

SORTEIO
a Rafflecopter giveaway

17 outubro 2013

A mania das Ankle Cuffs!

2
Trabalhando em uma empresa relacionada ao mundo da moda eu sempre descubro coisas bem diferentes e inusitadas das quais eu nunca tinha ouvido falar e agora foi a vez de conhecer as Ankle Cuffs, tornozeleiras de metal que são usadas nos dois pés para completar o look.


Esse acessório que pode ser considerado esquisito por muitas pessoas vem ganhando espaço e aparecendo bastante nas últimas produções de moda de grandes marcas nacionais e internacionais. 

Algumas Ankle Cuffs remetem a estética de uma algema e tem até a correntinha para acompanhar e a bijoux, que muitas vezes se confunde com a anatomia do próprio sapato, virou um hit fashionista em escarpins, botinhas tipo coturno e até mesmo sandálias.


Como usar:
- A intenção do acessório é destacar a região dos tornozelos logo, o efeito dele fica mais interessante se usado com saias e shorts curtos que deixam as pernas bem a mostra, ou sobre leggings, arrematando o comprimento da calça.
- A cor dos sapatos também influencia.  Quanto mais contraste entre a cor e o metal, melhor.
- Além disso é importante observar a largura das pernas e da peça para encontrar uma combinação harmônica entre as duas coisas.

A um tempinho atrás só era possível encontrar esse acessório em sites internacionais, porém agora que a moda está pegando já encontramos com facilidade em algumas lojas virtuais nacionais.

E ai, o que acharam da Ankle Cuff?
 

15 outubro 2013

[Resenha] Os Adoráveis

5
Livro: Os Adoráveis
Autora: Sarra Manning
Editora: Novo Conceito

Sinopse:
"Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ¬ ficaram pela primeira vez."

O que dizer de uma garota que só usa roupas compradas em algum brechó e está sempre com o cabelo de uma cor diferente, um dia ele pode ser branco e no dia seguinte laranja?
Jeane se intitula uma Dork e chama a atenção de todos não só pelo seu visual diferente e inusitado como também por sua personalidade forte, já que está sempre enfrentando e discutindo com todos os seus colegas de sala e professores.
Apesar de morar sozinha em um apartamento super bagunçado e não ter muitos amigos ela faz um grande sucesso na internet por conta de seu blog  Adorkable e tem milhares de seguidores no twitter. 

"Você pode pensar que eu sou uma solitária aberração esquisita, mas pelo menos não tenho medo de ser quem sou."

Jeane sempre se mantém longe de quem não tenha o estilo de vida parecido com o dela e por isso não entende nada e nem gosta quando Michael Lee, o garoto mais popular e certinho do colégio começa a procurá-la em todos os lugares para conversar.
Michael na verdade deseja contar que sua namorada Scarlett e Barney (o namorado de Jeane) estão cada dia mais próximos e parecem ter um envolvimento amoroso.
É claro que essa aproximação entre Jeane e Michael irá render muitas brigas e também algo a mais, já que mesmo se odiando os dois sentem uma atração forte um pelo outro.

"Talvez eu tenha beijado Jeane porque isso a faria calar a boca. Ou aquela poderia ter sido a maneira mais fácil de lhe mostrar que eu não era quem ela pensava que eu era, que realmente podia haver algumas profundezas ocultas em mim, no final das contas. Mas tenho a terrível sensação de que a beijei porque queria."


Com uma narrativa bem fluida e rápida o livro nos trás um romance que pode ser considerado esquisito e ao mesmo tempo fofo. 
Os capítulos são intercalados entre a narrativa de Jeane e Michael e isso nos permite conhecer a fundo os dois personagens e os seus pensamentos.
Foi interessante e muito divertido acompanhar a relação de amor e ódio de Michael e Jeane e a forma como ela se desenvolve ao longo da história.
Diferente da maioria dos livros desse gênero os dois protagonistas não são perfeitos e nem bonitos fisicamente, sendo até bem esquisitos em suas descrições, porém acredito que isso os aproxima ainda mais do leitor.
Sarra Manning conseguiu criar um enredo super atual que fala sobre estereótipo, preconceito e aceitação de uma forma leve e descontraída mostrando que é possível para o adolescente ter o seu estilo próprio sem perder o conviveu com aqueles que possuem um estilo totalmente diferente do seu.
Uma leitura tranquila que irá te fazer dar boas risadas e também refletir bastante sobre algumas questões que estão fortemente presentes no nosso dia a dia. 





*Curiosidade*
Sarra Manning já teve outros livros publicados no Brasil, entre eles "Laura" e "Hadley" que fazem parte da série Fashionistas e já foram lidos e resenhados aqui no blog.
 
Leitora Fashion © Todos os direitos reservados
leitorafashion@gmail.com